Valentine’s Day: 7 casamentos entre clubes e jogadores que estão na história

Hoje é comemorado o Dia dos Namorados nos Estados Unidos, então relembremos aqui algumas parcerias históricas entre atletas e suas respectivas equipes

Manoel Rodrigues
Meu nome é Manoel Rodrigues. Gosto muito de falar e escrever sobre futebol nacional e internacional, esportes americanos, vôlei, MMA e outros. Mas acima de tudo, sou alguém que é guiado por Deus e deseja levar o reino de Deus a todas as áreas da sociedade. Esse pode ser um canal para isso.

Crédito: Diário do Peixe

Os Estados Unidos estão comemorando hoje o “Valentine’s Day”, ou o famoso Dia dos Namorados. Aqui no Brasil, a data é celebrada em 12 de junho.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em suma, este dia 14 de fevereiro é oficializado entre os americanos e também em outros países, por conta da decapitação do bispo Valentim, aproximadamente no ano 270. Assim foi criado o “Valentine’s Day”, ou Dia de São Valentim, e da mesma forma, esta data passou a ser destinada a homenagear aos casais de namorados e ao amor.

Então, para fazermos menção deste dia, vamos relembrar alguns casamentos históricos entre jogadores e clubes de futebol:

1. Pelé e Santos

Talvez a mais famosa relação entre um clube e um jogador de futebol na história. Pelé chegou ao Santos em 8 de agosto de 1956, e a partir daí, foi um amor eterno, se tornando o “Rei do Futebol”. O então garoto de somente 16 anos estreou como profissional em um amistoso contra o Corinthians de Santo André, na vitória do clube por 7 a 1. Ele entrou no segundo tempo, no lugar de Del Vecchio, e fez o sexto gol naquela partida.

Pelé detém pelo clube, algumas das marcas mais impressionantes pelo Santos, como o mais jovem artilheiro do Campeonato Paulista (em 1957, com apenas 17 anos) e o maior goleador em uma temporada (127 gols em 1959). Pelo clube da Vila Belmiro, conquistou 10 Campeonatos Paulistas, quatro torneios Rio-São Paulo, seis Taças Brasil, duas Libertadores da América e dois Mundiais Interclubes, dentre outros tantos títulos.

No total pelo Santos, foram 6.662 dias no clube, 1.281 jogos e 1.091 gols. Sem dúvida, um casamento perfeito.

2. Zico e Flamengo

Resultado de imagem para foto zico flamengo

Arthur Antunes Coimbra, mais conhecido como Zico, fez história no Flamengo, tendo quase toda a sua carreira ligada ao clube.

Pelo rubro-negro, atuou profissionalmente em dois períodos, de 1971 a 1983, com 635 jogos e 476 gols, e de 1985 a 1989, totalizando 97 partidas e 33 gols. Além disso, é o maior artilheiro da história do Maracanã, com 333 gols em 435 jogos. Conquistou três títulos brasileiros (1980, 1982 e 1983), além da polêmica Copa União (1987). Mas foi em 1981, que ele conseguiu a Taça Libertadores pelo Flamengo, sendo artilheiro da competição, com 11 gols. No mesmo ano, foi Campeão Mundial no mesmo ano em cima do Liverpool. Da mesma forma, é lembrado e exaltado até hoje pelos flamenguistas.

3. Rogério Ceni e São Paulo

Resultado de imagem para rogério ceni são paulo

O goleiro nascido em Pato Branco, no Paraná, foi contratado pelo São Paulo junto ao Sinop, do Mato Grosso, para entrar na história do clube. Até hoje, é o maior goleiro artilheiro de todos os tempos, com 131 gols marcados, e não é à toa que é chamado de “M1to” pelos tricolores.

Em síntese, ele defendeu o São Paulo Futebol Clube de 1990 a 2015, fazendo um total de 1.259 partidas, e como mencionado acima, fez 131 gols. Além de tudo, marcou o seu centésimo gol no arquirrival Corinthians, em um gol de falta que os são-paulinos lembram demais.

Mas o seu ápice foi a conquista da Copa Libertadores da América e o Mundial Interclubes de 2005. Rogério Ceni conquistou um total de 18 títulos pelo São Paulo.

4. Marcos e Palmeiras

Resultado de imagem para marcos palmeiras

Falando em goleiros, outro goleiro que marcou história, só que no Palmeiras, foi “São” Marcos. Ele defendeu as cores verdes de 1992 a 2012, com um total de 532 partidas. Honrou a camisa do clube alviverde nesses anos e protagonizou lances que estão gravados na memória do torcedor, como a defesa de pênalti cobrado por Marcelinho Carioca na Libertadores do ano 2000.

Marcos conquistou 13 títulos como profissional pelo Palmeiras, sendo a maior delas, a Copa Libertadores da América de 1999.

5. Marcelinho Carioca e Corinthians

Resultado de imagem para marcelinho carioca corinthians

Citamos acima o jogador Marcelinho Carioca, mas apesar do pênalti perdido, ele ficou marcado na história do Corinthians. Era conhecido como “Pé de Anjo”, e do mesmo modo tinha uma habilidade extrema nas cobranças de falta. Ficou marcado na história do alvinegro.

Marcelinho defendeu o clube de 1994 a 1997, aonde fez 187 jogos e 101 gols. Foi para a Espanha, mas voltou ao clube, e jogou também de 1998 a 2001, com 236 partidas e 105 gols. Teve outras duas passagens rápidas pelo clube em 2006 e 2010.

O “Pé de Anjo” conquistou 10 títulos pelo Corinthians, incluindo os Campeonatos Brasileiros de 1998 e 1999, além da Copa do Mundo de Clubes de 2000.

6. Messi e Barcelona

Resultado de imagem para messi barcelona

Uma das parcerias internacionais mais famosas de todos os tempos é sem dúvidas entre Lionel Messi e Barcelona.

O jogador de 32 anos vem assombrando o mundo do futebol com os seus dribles e golaços. Ele já defendeu o Barcelona em 713 jogos, com um total de 622 gols, com uma média impressionante de 0,82 gol por partida. Além disso, já deu um total de 246 assistências.

O argentino conquistou ao todo pelo clube, 10 Campeonatos Espanhóis, seis Copas do Rei, oito Supercopas da Espanha, quatro Liga dos Campeões, três Supercopas da UEFA e três Mundiais Interclubes. São 34 títulos.

7. CR7 e Real Madrid

Resultado de imagem para CR7 REAL MADRID

Outro casamento que deu muito certo foi o de Cristiano Ronaldo com o Real Madrid.

O português que completou 34 anos, no último dia 05, entrou para a história do clube com estatísticas impressionantes.

Ele defendeu o clube merengue de 2009 a 2018. Fez um total de 438 jogos pelo clube, e 450 gols, chegando a uma média extraordinária de mais um gol por partida.

Em relação a conquistas, CR7 conquistou dois Campeonatos Espanhóis, duas Taças do Rei, duas Supercopas da Espanha, quatro Liga dos Campeões da UEFA, duas Supercopas da UEFA e três Mundiais Interclubes, em um total de 15 títulos pelo Real Madrid.

LEIA MAIS

Soteldo diz que Sampaoli e Jesualdo são treinadores diferentes e crava: “Sánchez é o jogador mais importante do Santos”

Ex-dirigente do Barcelona coloca futuro de Messi no clube em cheque e revela pedido do argentino para presidente contratar Neymar novamente