Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

7 ex-jogadores que se tornaram presidentes de clubes de futebol

Vários ex-atletas de futebol se dispuseram a serem comandantes de clubes

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Marcos Brindicci/Getty Images

Para quem acha que um jogador de futebol profissional não tem capacidade de comandar institucionalmente um clube, pode se considerar enganado. São vários os exemplos de boleiros que abandonam a carreira para assumirem compromissos administrativos e de grande responsabilidade.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Inspirado no aniversário do argentino Juan Sebástian Verón, que completa 45 anos neste segunda (9), o Torcedores lista 7 ex-jogadores que se tornaram presidentes de clubes.

Juan Sebástian Verón
O argentino abandonou a carreira jogando pelo Estudiantes e pouco tempo após deixar os gramados foi eleito o presidente do tradicional clube de La Plata. Muitos se surpreenderam com a atitude do ex-volante, que sempre foi considerado jovem para a responsabilidade que assumiria.

Roberto Dinamite
Um dos maiores ídolos da história do Vasco, Dinamite assumiu o clube nos anos 2000 para tentar tirar o clube da sombra de Eurico Miranda, que vinha como comandante do grupo hegemônico do clube por várias décadas. A atuação do ex-atacante não agradou e Eurico acabou retomando o poder.

Rivaldo
O craque, ex-Palmeiras, Barcelona, entre outros, abandonou a carreira como atleta e logo se dispôs a assumir a presidência do Mogi Mirim, clube que o projetou no futebol brasileiro no início da década de 1990. A experiência não terminou bem e muitos fazem acusações graves contra o ex-jogador.

Franz Beckenbauer
Maior jogador alemão de todos os tempos, Beckenbauer rodou por várias funções no futebol até chegar à presidência do Bayern de Munique, clube no qual é ídolo. É até hoje um dos homens fortes do clube.

Karl-Heinz Rummenigge
Segundo nome alemão da lista e segundo ídolo do Bayern de Munique a assumir a presidência do clube. Foram cinco anos à frente do clube da Baviera.

Uli Hoeness
O atual presidente do Bayern de Munique é outro nome do clube na lista dos ex-jogadores de futebol que assumiram a presidência de clubes. Hoeness foi campeão do mundo com a Alemanha em 1974.

Ronaldo
O Fenômeno surpreendeu muitas pessoas ao adquirir parte da sociedade que comanda o Real Valladolid, da Espanha, e assumir a presidência do clube.

Leia mais:
Neymar, Pelé e mais: 5 encontros marcantes de Hebe com boleiros