Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Boschilia fala sobre adaptação ao Inter e parada por conta do coronavírus: “Melhor decisão”

Jogador chegou ao Colorado no início do ano

Ítalo Bruno
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Twitter

Após cinco temporadas atuando no futebol europeu, o meia Boschilia retornou ao futebol brasileiro para vestir a camisa do Internacional. O jogador se encaixou de maneira rápida ao esquema do treinador argentino Eduardo Coudet, que também chegou ao clube recentemente.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

A rápida titularidade de Boschilia pode ser compreendida através de alguns números, entre eles os 15 desarmes em seis jogos na Libertadores, quesito no qual o jogador é o líder da equipe na competição continental, com uma média de 2,5 desarmes por jogo. O que é um exemplo claro da rapidez na adaptação ao estilo de jogo de Coudet.

O primeiro gol de Boschilia pelo Internaional, marcado na vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, também mostra bastante pela característica de jogo pedida pelo treinador e que o meia vem mostrando facilidade: Marcação alta com pressão.

Números do Footstats mostrando ainda que Boschilia é o quinto jogador que mais finaliza na competição (levando em consideração apenas a fase de grupos), são oito finalizações em duas partidas.

“Já me considero totalmente adaptado novamente ao futebol brasileiro, tenho conseguido sequência. Estou me adaptando também ao estilo do professor Coudet. Tem sido muito bom”, disse.

Pausa forçada

Porém, o bom momento vivido por Boschilia, teve de ser freado por conta da pandemia do COVID-19 (coronavírus), que fez não só que o futebol fosse paralisado em quase todo o mundo, mas também que o Internacional suspendesse as atividades por tempo indeterminado.

Inicialmente o Campeonato Gaúcho foi suspenso por 15 dias, mas sem a resolução do problema, o período deve se estender. A Libertadores possui o período inicial de suspensão até 5 de maio. Enquanto não há uma previsão concreta para o retorno, Boschilia busca manter a forma em casa.

“A parada é necessária, é uma questão de saúde pública, temos de pensar no melhor de todos e entender que essa é a melhor decisão. Tenho certeza que daqui há pouco teremos vencido essa questão e estaremos todos de volta. Claro que vamos sentir falta de ritmo de jogo, mas é importante se cuidar e se preparar em casa para voltar bem”, disse o jogador, por meio de sua assessoria.

Boschilia atuou com a camisa colorada em 9 partidas e marcou um gol. O jogador chegou ao Beira-Rio no começo do ano e assinou contrato até o fim de 2022.

Leia mais

São Paulo disponibiliza estrutura na luta contra o coronavírus