Bruninho concorda com adiamento da Olimpíada por conta do coronavírus: “decisão mais sensata”

De quarentena na Itália, Bruninho se manifestou nas redes sociais após a decisão do COI, junto com o governo japonês, de adiar a Olimpíada de Tóquio, em função da pandemia de coronavírus

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/Instagram

Logo após a determinação do COI (Comitê Olímpico Internacional) de adiar a Olimpíada de Tóquio para 2021, Bruninho concedeu entrevista exclusiva ao portal ‘Web Vôlei’, e se disse satisfeito com a decisão, o que irá permitir uma preparação melhor aos atletas após a pandemia de coronavírus.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique aqui e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

“Acho que o adiamento da Olimpíada era uma decisão inevitável. A gente está vendo que o vírus tem atingido todo o mundo, não precisamos criar pânico mas é preciso se cuidar. Cada país tem agido de uma maneira e a gente não sabe quando que esse problema vai ser sanado. Acredito que esse ano seria mesmo muito difícil de a Olimpíada acontecer”, afirmou Bruninho.

Na Itália, onde atualmente o camisa 1 da seleção defende o Lube Civitanova, a federação local vai dar novo parecer sobre a situação do Campeonato Italiano com o surto de coronavírus no próximo dia 3 de abril.

O levantador pontuou o fato de que na data antiga prevista para os Jogos Olímpicos serem realizados, de cerca de quatro meses, iria prejudicar a preparação dos atletas, uma vez que a mesma foi interrompida em função da quarentena determinada pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

“Os atletas estão sem a oportunidade de treinar. O vôlei é um esporte coletivo, mas há outros esportes em que o trabalho é mais minucioso, como atletismo e natação, modalidades em que milésimos de segundo fazem a diferença e ficar sem treinar, sem dúvida alguma faria com que o atleta chegasse à Olimpíada, que é o ponto mais alto da carreira, sem estar na sua melhor forma possível. Foi a decisão mais sensata”, finalizou.

Bruninho também se posicionou no Instagram sobre o adiamento da Olimpíada de Tóquio:

LEIA MAIS

Mercado do Vôlei: Sesi se prepara para perder Alan, e deve renovar com medalhões