Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Conmebol divulga prazo de suspensão da Libertadores e Sul-Americana

Entidade já tinha paralisado as competições por conta da pandemia de coronavírus

Rogério Araujo
Jornalista formado pelo Centro Universitário de Brasília - UNICEUB. Colaborador do Torcedores desde 2017. Dono do canal Séries e Filmes no Instagram.

Crédito: Divulgação/Conmebol

Na noite desta quarta-feira (18), a Conmebol anunciou que a Copa Libertadores e a Sul-Americana estão suspensas até 5 de maio devido ao coronavírus.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

A Conmebol já tinha paralisado as competições por conta da pandemia, mas agora ampliou a paralisação até o começo de maio.

“A Conmebol comprometida com a prevenção do COVID-19, sob o risco de sua expansão, e em salvaguarda dos jogadores, técnicos, delegados, árbitros, árbitros, árbitros, imprensa e torcedores, decidiu suspender as reuniões da Conmebol Libertadores, agendado anteriormente, inicialmente até 5 de maio de 2020”, diz o comunicado oficial da entidade.

Confira a íntegra do comunicado:

“A Conmebol, por meio da Diretoria de Competições de Clubes, informa que a Conmebol Libertadores está temporariamente suspensa, inicialmente até 5 de maio de 2020.

A Conmebol comprometida com a prevenção do COVID-19, sob o risco de sua expansão, e em salvaguarda dos jogadores, técnicos, delegados, árbitros, árbitros, árbitros, imprensa e torcedores, decidiu suspender as reuniões da Conmebol Libertadores, agendado anteriormente, inicialmente até 5 de maio de 2020.

Pedimos aos clubes que mantenham a devida diligência para evitar a propagação do vírus e que cumpram os protocolos de prevenção sugeridos pelas autoridades competentes. É um momento de cooperação e responsabilidade para toda a comunidade, e o futebol não pode ser ignorado.

A Conmebol continua a monitorar de perto a situação com as autoridades competentes e manterá contato permanente com a comunidade sul-americana de futebol durante este período difícil.”

LEIA MAIS: