Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

‘Cowboy’, Demian e campeões; veja lista do top-10 de vitórias do UFC

Donald Cerrone é o campeão em vitórias na história do Ultimate, seguido por um brasileiro e por estrelas do Ultimate

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Twitter

O UFC ainda tenta se mobilizar para se manter em meio a pandemia do coronavírus. Enquanto as lutas seguem suspensas ou o UFC 249 não tem um local oficial, as diversas estatísticas sobre a história da organização vão acontecendo.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram 

Hoje, o site MMAJunkie publicou a lista dos atletas que mais venceram dentro do Ultimate. O campeão de vitórias no Ultimate é Donald Cerrone. O ‘Cowboy’ colecionou 23 vitórias em sua carreira, lutando nas divisões do peso-leve e meio-médio.

O vice-líder da lista é um brasileiro. Demian Maia é o segundo que mais venceu dentro do UFC, com 22 vitórias no peso-médio e meio-médio. O paulista tinha a chance de se igualar a Cerrone se vencesse Gilbert Durinho no UFC Brasília, mas acabou derrotado.

Na terceira posição, quatro lutadores tem 20 vitórias cada. Três deles campeões ou ex-campeões da organização (Jon Jones, Georges St-Pierre e Michael Bisping). A eles se junta outro veterano da casa, Jim Miller, entre estes com 20 vitórias. No top-10, também aparecem diversos lutadores de peso e com história na organização

Confira o top-10 de maiores vencedores do UFC

Donald Cerrone – 23

Demian Maia – 22

Jon Jones, Michael Bisping, Georges St-Pierre e Jim Miller – 20

Diego Sanchez – 18

Matt Hughes e Rafael dos Anjos – 18

Anderson Silva, Andrei Arlovski, Charles do Bronx, Max Holloway, Dustin Poirier e Frankie Edgar – 17

LEIA MAIS

Técnico de McGregor duvida de realização do UFC 249

(Crédito da foto: Reprodução/Twitter)