Cristiano Ronaldo aceita reduzir salário durante pandemia, diz jornal italiano

Craque português é o jogador mais bem pago da Juventus, segundo o Tuttosport; pandemia já matou mais de 23 mil pessoas, conforme dados da OMS.

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Reprodução/Twitter Juventus

Artilheiro isolado da Juventus na atual temporada do futebol europeu com 25 gols, o atacante Cristiano Ronaldo é o jogador mais bem pago do clube italiano. O português, entretanto, aceita reduzir parte do salário durante a pandemia do coronavírus. A informação é do jornal italiano Tuttosport.

Ainda conforme o veículo, os ganhos de Cristiano Ronaldo são de 31 milhões euros, líquidos. “Todos os jogadores parecem concordar em reduzir seus salários neste momento de crise sem treinamento e jogos”, inicia o periódico.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Como se dissesse: como também fazemos parte do sistema, estamos prontos para fazer nossa parte. E o fato de Cristiano Ronaldo também estar na primeira fila é apenas um detalhe”, completa o Tuttosport.

Dados da pandemia

Iniciada há pouco mais de dois meses, a pandemia do coronavírus acumula 512.701 casos e vitimizou 23.495 pessoas. Ao 201 países foram atingidos pela doença, ao redor do planeta. Os dados publicados são da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Leia também:

Juventus planeja renovar contrato de Cristiano Ronaldo, diz jornal

Jogador do Paysandu diz que se inspira em Cristiano Ronaldo: “referência a nível profissional”

Coronavírus: estádio olímpico do Pará recebe doações e abriga moradores de rua