Maikon Leite coloca Copa do Brasil com o Palmeiras acima da Libertadores com o Santos: “Poucas pessoas acreditavam”

Maikon Leite ainda deixou claro que nunca se arrependeu de ter trocado do Santos, de Neymar e Ganso, pelo Palmeiras

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Ricardo Saibun/Santos FC

O atacante Maikon Leite não conseguiu engrenar no futebol como se esperava dele no início da carreira, mas conquistou títulos importantes, como a Copa Libertadores de 2011 no Santos de Neymar e Ganso, e a Copa do Brasil de 2012, já como uma das principais referências do elenco do Palmeiras, sob o comando de Luiz Felipe Scolari. Mara para o jogador, hoje com 31 anos, a conquista com a camisa alviverde foi mais especial que a da taça internacional um ano antes.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Maikon Leite chegou a marcar um gol importante na vitória por 2 a 1 sobre o Cerro Porteño, ainda na fase de grupos da Libertadores de 2011, e admite que ainda é lembrado pelo lance. “Até hoje todo santista me lembra desse gol, dessa vitória, e lembram que fiz parte do maior título do clube nos últimos anos. Esse carinho diz tudo sobre o meu profissionalismo”, contou o jogador em entrevista ao UOL Esporte.

Apesar do carinho santista, o atacante admite. “A Libertadores) É uma conquista especial, e essa digo que ainda maior, porque poucas pessoas acreditavam no time e fomos campeões com uma certa autoridade em todos jogos. Fomos seguros e conquistamos a Copa”.

Após a conquista da Copa do Brasil, no entanto, Maikon Leite não conseguiu ajudar o Palmeiras a escapar do rebaixamento para a segunda divisão, e em 2013, sem conseguir se firmar no clube alviverde, iniciou uma série de empréstimos para outros clubes. Ainda sim, garante que não se arrepende de ter trocado o Santos, ou recusado uma proposta do Flamengo, para fechar com o Palmeiras.

“Nunca me arrependi até por que a prioridade era do Santos e eles, em um primeiro momento, não fizeram muita “questão”, digamos assim, e quando eu estava num grande momento no clube, o Palmeiras chegou e não tive dúvida”, garantiu.

LEIA MAIS:
Com três do Palmeiras, jornalista lista jogadores com espaço no Flamengo e diz que Weverton é melhor que Diego Alves