O passado de Jair Bolsonaro como atleta de pentatlo militar na AMAN

Líder do Poder Executivo citou o “histórico de atleta” durante o pronunciamento em que minimizou os efeitos do coronavírus

Lucas Meireles
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução/Facebook Oficial de Jair Messias Bolsonaro

“No meu caso particular, pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado pelo vírus, não precisaria me preocupar”. A frase foi dita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante um pronunciamento na noite da última terça-feira (23). Mas a qual esporte o militar da reserva e governante se referia em seu discurso?

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Desde que foi decretado o estado de pandemia, a OMS (Organização Mundial da Saúde) tem recomendado que as pessoas fiquem em casa. Para evitar aglomerações, os principais campeonatos esportivos no mundo foram paralisados. No entanto, o presidente Jair Bolsonaro aproveitou um pronunciamento para pedir que prefeitos e governadores suspendam as medidas de isolamento social.

De acordo com o governante, “90% de nós não teremos qualquer manifestação caso se contamine”. E que, com seu “histórico de atleta”, não precisaria se preocupar.

Aos 65 anos, é difícil imaginar que Bolsonaro tenha tido um passado no esporte. Ainda mais após ver cenas como esta gravada em uma visita ao Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro.

Entretanto, o hoje presidente já foi destaque no pentatlo militar. Enquanto estudava na AMAN (Acadêmia Militar das Agulhas Negras), Jair Bolsonaro chegou a conquistar um 3º lugar na modalidade em 1976, quando tinha 21 anos. Além disso, recebeu o apelido de “Cavalão” por conta da força física.

“(O aluno) evidenciou sua qualidade de atleta e desportista, competindo com atletas mais experimentados, conseguiu o 3º lugar individual, na difícil modalidade que é o pentatlo militar”, dizia o boletim a qual “Revista Veja” teve acesso em 2018.

Pentatlo militar

De acordo com o site da FAB (Força Área Brasileira), o pentatlo militar é uma prova que exige “muito treinamento, condicionamento físico, agilidade, técnica e dedicação ao desporto”. A modalidade é composta pelas provas de tiro, pista de pentatlo militar, natação utilitária, lançamento de granada e corrida cross-country.

“Na prova de tiro, a classificação é obtida pelo somatório do tiro de precisão e do tiro de velocidade. Já na pista de pentatlo militar, em um percurso de 500 metros, os competidores devem superar 20 obstáculos, com diferentes técnicas e graus de dificuldade. A terceira prova é a pista de natação utilitária, em que o atleta, em uma piscina de 50 metros, precisa transpor quatro obstáculos padronizados no menor tempo possível. Continuando os desafios, o lançamento de granada consiste no lançamento do artefato em dois tipos de situação: o de precisão e em distância. A pontuação obtida nessas quatro provas define a ordem de largada da última prova, conhecida como cross-country, quando os atletas percorrem oito quilômetros em terreno irregular, também no menor tempo”, diz o site.

Além disso, Jair Bolsonaro também se formou em Educação Física pelo Exército em 1983. O hoje presidente entrou para a reserva em 1988, quando foi eleito vereador no município do Rio de Janeiro. Desde então, vem exercendo a carreira política.

Leia Mais