Patrick de Paula destaca chance de jogar a Libertadores pelo Palmeiras: “três anos atrás eu jogava na várzea”

Patrick de Paula tem 20 anos e herdou a camisa 5 do Palmeiras, que era de Thiago Santos

Dayvidson Soares
Jornalista, com passagens por Globoesporte.com, Lance! (Craque do Futuro) e Jornal Gazeta de Alagoas. Apaixonado por futebol e boas histórias.

Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O Palmeiras mudou a filosofia de trabalho neste ano e jovens talentos das categorias de base estão recebendo oportunidades. Um deles é o volante Patrick de Paula, de 20 anos, que vem aproveitando as chances dadas pelo técnico Vanderlei Luxemburgo e se destacando.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Reserva na vitória do Palmeiras sobre o Guaraní por 3 a 1, pela Libertadores, Patrick de Paula viu a torcida palmeirense vibrar após Luxemburgo o chamar para entrar em campo. O volante destacou a oportunidade de estrear na competição.

“É um momento muito feliz, quando o professor me chamou passou muitas ciosas na minha cabeça. Estreando na Libertadores e jogando ao lado de Felipe Melo, Dudu, caras que eu estava vendo pela televisão. Jogar ao lado deles é um sonho. Minha mãe ficou muito feliz, me elogiou, ela sempre me acompanhou. Isso tudo é por ela e pela minha família”, disse o camisa 5, em entrevista coletiva nesta quinta-feira (12).

“Estou muito feliz porque três anos atrás eu jogava na várzea. Jogar a Libertadores é muito feliz. Quando entrei no jogo fiquei bem à vontade, minha mãe estava no estádio. Chorou bastante quando eu entrei. É dar continuidade para ter mais oportunidade”, falou ainda.

Patrick de Paula disputou 350 minutos em oito partidas de 2020. O meio-campista foi captado pelo Palmeiras enquanto atuava no futebol amador do Rio de Janeiro em 2017 – chegou a disputar a Taça das Favelas e o Campeonato Carioca Amador.

O camisa 5 fazia inicialmente a função de meia armador e assumiu o protagonismo da equipe Sub-20 quando passou a jogar mais recuado, como primeiro volante, mas também já atuou até como zagueiro e lateral-esquerdo em algumas partidas da base.

LEIA MAIS:

Mercado da Bola: Palmeiras reforça a base com atacante Robinho, ex-Jacuipense

Mercado da bola: Palmeiras acerta a contratação de lateral angolano

Mercado da bola: Palmeiras contrata atacante de 17 anos que disputou a Copinha pelo Canaã

Gómez fala sobre parceria com Felipe Melo e projeta futuro no Palmeiras: “espero seguir aqui muito tempo”