NBA não vai punir Rudy Gobert por imprudência em prevenção do coronavírus

Após testar positivo para o vírus,  atleta se mostrou arrependido. Rudy Gobert publicou um pedido de desculpas

Anne Remonte
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução / Twitter

O  pivô Rudy Gobert, foi o primeiro jogador da NBA a testar positivo para o covid-19. O jogador que havia feito piada com o vírus, chegou a publicar um pedido de desculpas, após descobrir que estava infectado.
Por outro lado, a NBA anunciou hoje que não punirá o jogador de nenhuma forma, pelo ocorrido. O caso de Gobert, foi o estopim para que a Liga tomasse a decisão de suspensão temporária de suas atividades, por pelo menos 30 dias.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Entenda o caso

No início da semana, o jogador francês fez uma série de brincadeiras com as medidas de prevenção do vírus. Durante uma entrevista, Gobert saiu tocando vários microfones, celulares e gravadores, que estavam na mesa.
Imediantamente, a brincadeira de mau gosto repercutiu de forma negativa no mundo todo. Mas o que ninguém imaginava, nem o próprio jogador, era que Gobert estava infectado pelo coronavírus.

Pedido de desculpas

Após toda a polêmica, o pivô utilizou suas redes sociais para se desculpar: “A primeira e mais importante coisa é que eu gostaria de me desculpar publicamente com as pessoas que eu possa ter colocado em perigo. Na época, eu não fazia ideia de que estava infectado. Eu fui descuidado e não há desculpas. Espero que minha história sirva de alerta e faça com que todos levem isso a sério. Farei o que puder para apoiar o uso da minha experiência como forma de educar outras pessoas e impedir a propagação do vírus”, disse o jogador.

 

LEIA MAIS

Comissário diz que temporada da NBA pode ser retomada e finais disputadas em julho

Adiamento ou cancelamento de GP de Fórmula 1 pode causas prejuízo de 50 milhões de euros, diz professor