Técnico da seleção brasileira de esgrima morre com suspeita de Covid-19

Russo Gennady Miakotnykh tinha 79 anos e há 20 estava à frente da esgrima brasileira

Lucas Antonio Luz Iglesias
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Redes Sociais

Faleceu nesta quarta-feira (25), o técnico da seleção brasileira de esgrima e do Esporte Clube Pinheiros, Gennady Miakotnykh. Ele tinha 79 anos e a suspeita é que tenha sido mais uma vítima da pandemia de coronavírus.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Nascido na Rússia, Miakotnykh já estava no Brasil há 20 anos. Recentemente esteve nos Estados Unidos para a disputa do Grand Prix de Florete, que foi cancelado devido ao surto do novo coronavírus. A competição seria realizada entre os dias 13 e 15 de março.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

O resultado do exame para saber se ele estava com Covid-19 sairá na sexta-feira (27). O russo treinava o Pinheiros há 20 anos. Ele também era treinador de vários atletas de alto rendimento, como a floretista Ana Beatris Bulcão.

A Confederação Brasileira de Esgrima (CBE), divulgou um comunicado nas redes sociais onde lamentou a morte do treinador. De acordo com a publicação, “Mestre D’armas… dedicou toda uma vida ao nosso esporte”. Vários atletas nacionais também lamentaram a morte de Miakotnykh.

Uma delas foi a esgrimista Bia Bulcão, medalhista no florete feminino nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Ela afirmou: “Estou profundamente triste e chocada com a notícia. O Gennady foi mais que um treinador, era quase um membro da família. Estava junto comigo em quase todos os momentos de minha carreira profissional e devo a ele todo o meu crescimento como atleta e como pessoa”.

LEIA MAIS:

NBA CONFIRMA QUATORZE CASOS DO NOVO CORONAVÍRUS