UFC mantém antidoping, mas fará mudanças contra o coronavírus

UFC e USADA anunciaram medidas para evitar a disseminação do vírus entre funcionários e atletas testados

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divugação/Twitter Oficial UFC

O UFC seguirá com seu programa antidoping mesmo com a pandemia do coronavírus pelo planeta. Nesta terça-feira, em vídeo, a Agência Antidopagem dos Estados Unidos (USADA) anunciou alterações em seus procedimentos para a coleta de amostras de lutadores do Ultimate.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram 

As medidas foram tomadas para garantir, segundo a entidade, a segurança e saúde dos atletas e dos funcionários da agência durante os exames. Muitas das mudanças estão em linha com diversas alterações feitas para conter o contágio pelo coronavírus.

Algumas das mudanças incluem que funcionários da USADA que forem coletar amostras de testes de atletas do UFC terão que usar equipamentos como luvas e máscaras, além de produtos de sanitização das mão. Outro procedimento é de que tanto os coletores como os atletas tenham que lavar as mãos antes de cada teste, além de ficarem a uma distância durante a coleta das amostras.

Segundo a USADA, apenas funcionários sem sintomas do coronavírus poderão coletar amostras de atletas. Outros procedimentos comuns ao antidoping, como a obrigatoriedade dos atletas em relatar sua localização para os testes, seguem mantidos.

Além dos testes com atletas do UFC, a USADA também prosseguirá com coleta de amostras de atletas de outros esportes.

LEIA MAIS

Pai de Khabib quer levar UFC 249 para o Oriente Médio

Cruzeiro discute paralisação em treinos por causa do coronavírus

(Crédito da foto: Divugação/Twitter Oficial UFC)