Fifa oficializa distribuição de quase R$ 850 milhões entre 211 federações de futebol

Segundo a entidade, cada federação associada receberá cerca de R$ 2,8 milhões

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Reprodução/CBF

A Fifa oficializou, nesta sexta-feira (24), que vai distribuir US$ 150 milhões (cerca de R$ 846,8 milhões) entre as 211 federações de futebol ligados à entidade, a fim de cobrir gastos dos exercícios 2019 e 2020, em meio à pandemia do coronavírus.

“A pandemia provocou dificuldades sem precedentes para toda comunidade do futebol, e, como órgão mundial, a Fifa tem o dever de apoiar os que mais precisam”, iniciou Gianni Infantinno, presidente da entidade.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Isso começa fornecendo ajuda financeira imediata às nossas associações, muitas das quais estão passando por graves dificuldades financeiras”, acrescentou o mandatário.

“Este é o primeiro passo de um amplo plano de assistência financeira que estamos desenvolvendo para responder à emergência”, finalizou Infantino.

De acordo com informações oficiais, cada federação vai receber US$ 500 mil, o que resulta em R$ 2,8 milhões. A Fifa, entretanto, não informou quais serão os próximos passos do plano de assistência. Mas indicou que avalia as perdas financeiras ao redor do planeta, em virtude da doença.

Para ajudar as federações, a Fifa abriu mão de critérios adotados para o repasse financeiro. Ela argumenta a necessidade de “proteger as associações”.

A entidade ainda diz que o objetivo do aporte financeiro é para que as federações tenham condições de manter as contas em dia e não atrasar os salários dos funcionários.

Leia também:

Uefa admite encerramento de ligas por questões de saúde ou econômicas