Jô revela tristeza com prisão de Ronaldinho Gaúcho: “Estou sempre orando por ele”

Jogadores atuaram juntos pelo Atlético-MG em 2013, quando o clube conquistou a Copa Libertadores

Rogério Araujo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Instagram Ronaldinho Gaúcho

Preso no Paraguai por uso de documentos falsos, Ronaldinho Gaúcho vem recebendo muito apoio de alguns nomes do futebol mundial. Um deles é Jô, que atuou com o ex-jogador durante a campanha do título da Copa Libertadores de 2013 pelo Atlético-MG.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em entrevista ao Uol Esporte, o atacante revelou ter feito orações para que o ex-companheiro saia logo da prisão. Segundo ele, que hoje joga no Nagoya Grampus, clube do Japão, a notícia da prisão de Ronaldinho o deixou muito triste.

“Fiquei muito triste com a notícia (da prisão). É um cara que eu tive uma amizade muito boa quando jogamos juntos. Estou sempre orando por ele, e que isso passe logo para ele ter de volta sua vida normal, porque é uma pessoa que tenho uma gratidão muito grande”, afirmou Jô.

O atacante tem contrato com o clube do Japão até o fim deste ano, mas ele considera que ainda é cedo para definir o futuro nesse momento de crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

“Não sei o que está sendo reservado para mim, Deus sabe de todas as coisas. Meu contrato termina no final desta temporada, ainda é cedo para saber o que farei”, afirmou.

LEIA MAIS:  Neto comenta prisão de Ronaldinho Gaúcho: “Parabéns à polícia do Paraguai”