Dirigente revela que detalhe impediu Martinelli de jogar no Palmeiras: “o Ituano chegou aceitar”

Martinelli tem 18 anos e é um dos destaques do Arsenal na atual temporada europeia

Dayvidson Soares
Jornalista, com passagens por Globoesporte.com, Lance! (Craque do Futuro) e Jornal Gazeta de Alagoas. Apaixonado por futebol e boas histórias.

Crédito: Reprodução/ Twitter

O atacante Gabriel Martinelli, que é uma das grandes promessas do futebol mundial, ficou muito próximo de jogar no Palmeiras no ano passado. Quem revelou a notícia foi João Paulo Sampaio, gerente da base do Alviverde, durante entrevista com o jornalista Jorge Nicola, em live na noite desse sábado (11).

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Martinelli deixou o Ituano no ano passado para brilhar no Arsenal, da Inglaterra, onde já disputou 26 partidas e fez 10 gols. Mas, antes, recebeu propostas do Palmeiras e detalhe não selou o acerto.

“Só na minha sala estive com o pai dele três vezes. Um ou dois meses antes dele estourar no Campeonato Paulista nós fizemos um amistoso no CT da base e quase eu tento convencer Juninho (presidente do Ituano). A gente não tinha dinheiro para já comprar o jogador, mas por pouco a gente não conseguiu adquiri Martinelli. Ele já estava com propostas muito altas de fora do Brasil e é ruim competir com euro”, relatou João Paulo Sampaio.

O gerente da base revelou que para jogar no Palmeiras Gabriel Martinelli teria que ter feito um Campeonato Paulista discreto.

“O Ituano chegou a aceitar, mas queria ver ele jogar primeiro no Campeonato Paulista pelo profissional. Eu até torci para que ele não fosse tão bem para que ele jogasse aqui, mas ele arrebentou e aí teve que ir embora (para o Arsenal)”, contou Sampaio, que disse ainda que foi feita proposta fora da realidade da base.

“A gente chegou a fazer uma proposta fora da realidade dos números da base, principalmente por Cícero (Souza) e Alexandre (Mattos) já conheciam ele e sabiam que valia a pena. Então a gente saiu um pouco do que fazemos normalmente e por pouco não conseguimos”

João Paulo Sampaio ainda revelou que já vinha tentando a contratação de martinelli por cerca de dois ou três anos, mas o pai dele não queria. ” Ele estava um pouco traumatizado pelo filho ter saído de dois clubes aqui de São Paulo e estava apostando no projeto do Ituano. E deu certo, o pai apostou e deu certo”.

LEIA MAIS:

Palmeiras renova contrato de zagueiro capitão do Brasil na conquista da Copa do Mundo Sub-17

Roberto Carlos, Rincón, Rivaldo, Edmundo e mais: 8 jogadores de “Copa do Mundo” que defenderam os rivais Corinthians e Palmeiras

Willian José doa 3 toneladas de alimentos para famílias carentes no interior de Alagoas

Zé Roberto elogia Felipe Melo como zagueiro e acredita que o Palmeiras é o único time que pode bater de frente com o Flamengo

Palmeiras: Bruno Henrique faz doação para hospital e terá ajuda do goleiro Weverton