Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

‘Messi sempre quis encerrar a carreira no Barcelona’, afirma Fábregas

Por conta de crise nos bastidores do Barcelona, foi especulado que Lionel Messi poderia sair do clube; meio-campista desmente

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Cesc Fábregas, atual jogador do Monaco, descartou que Lionel Messi esteja pensando em sair do Barcelona ao final da temporada. O clube da Catalunha vive problemas nos bastidores e, por esse e outros motivos, foi especulado a saída do camisa 10. Ex-companheiro de equipe do argentino falou sobre o assunto:

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Eu falo com Messi, a ideia dele sempre foi terminar sua carreira no Barcelona, ​​então milhares de coisas podem acontecer no clube, mas estou totalmente confiante de que sua carreira terminará no Barcelona”, disse ele, em entrevista à Cadena Cope.

Fábregas reconheceu que em vários momentos de sua carreira teve a oportunidade para jogar no Real Madrid. Apesar de ter se recusado em atuar pelos merengues enquanto jogador, ele não descartou a possibilidade quando for treinador.

“Você nunca pode dizer desta água que eu não vou beber, tenho muito claro. Como jogador, talvez sim, mas como treinador você pode dizer isso, mas é diferente porque você pode treinar 30 equipes em sua carreira. Como jogador, se tem contratos mais longos do que como treinador. Você tem mais oportunidades porque eles podem te demitir em dois dias”.

Questionado sobre qual jogador contrataria se tivesse a oportunidade, ele escolheu o francês Kylian Mbappé. “Cristiano Ronaldo tem 35 anos e Messi faz 33 anos. Eles são mais velhos. Por juventude, talento, desejo e mentalidade, ele contrataria Mbappé. Por tê-lo dez anos no topo da minha equipe, eu o aceitaria”, disse Fábregas, que completou lembrando de Neymar:

“Depois, há jogadores como Neymar ou Haaland, mas devido às condições, ao objetivo que ele tem, à velocidade, Mbappé é um jogador que me lembra Henry. Eu o vi por trás e ele foi uma explosão quando você dá a ele um passe longo no espaço.”

Isolamento social e pandemia do novo coronavírus

Sobre sua bisavó, de 95 anos de idade. “Ela está bem, estável e animada. Apesar de ter 95 anos, está reagindo bem. Ela ainda está na residência, porque nessa idade poucos já foram deixados em hospitais”.

“Até 11 de maio, temos que ficar confinados, o mais cedo possível; e ver se os clubes chegam a um acordo com o estado para começar a treinar um pouco mais cedo. Eles estão analisando as opções de treinamento”.

LEIA MAIS:

Fàbregas diz que Messi tem chances de ter uma longa carreira no futebol: “Pode jogar até os 40 anos”