Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Quem foi Mario Travaglini, treinador da primeira Academia do Palmeiras e da Democracia Corintiana?

Ídolo de Corinthians e Palmeiras, ex-técnico completaria 88 anos

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Reprodução

O ex-jogador e ex-técnico Mario Travaglini é um dos ídolos de Palmeiras e Corinthians que poucos lembram, especialmente pela passagem do tempo.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Nem todos sabem quem foi o profissional do futebol, que ficou muito mais famoso fora dos gramados do que dentro deles.

Como jogador, Travaglini atuou por Palmeiras, Portuguesa e Ponte Preta, mas não conquistou nenhum grande título.

Assumiu o cargo de treinador do próprio Palmeiras em 1963, justamente na Primeira Academia de Futebol formada pelo clube, um ano após a aposentadoria, e mostrou que era revolucionário para a época.

Conquistou pelo Verdão um título paulista e dois brasileiros, deixando o clube em 1971 para rodar pelo futebol carioca.

Ídolo do Palmeiras, teve grande passagem pelo Vasco da Gama, onde foi campeão brasileiro de 1974, e foi para a Seleção Brasileira após a Copa do Mundo de 1978, onde ficou até o ano seguinte.

Após alguns anos sem grandes trabalhos, foi chamado para comandar o Corinthians em 1982, justamente no período mais revolucionário do clube.

Foi ele quem entendeu a Democracia Corintiana e apoiou os ideais de jogadores como Sócrates, Wladimir, Casagrande, Juninho, entre outros, e gostou da ideia em que os atletas tomavam as rédeas e poderes de decisões institucionais.

Com isso, conquistou o Paulistão de 1982 e saiu no meio de 1983, tendo comandado o clube em boa parte de mais um título paulista.

Treinou ainda o São Paulo após deixar o Timão, mas não conseguiu a mesma identificação que teve com os dois maiores projetos de futebol do Estado, a Academia do Palmeiras e a Democracia do Corinthians.

Mario Travaglini morreu em 2014, vítima de um tumor cerebral, aos 81 anos.

Leia mais:
7 biografias de técnicos de futebol que você precisa ler

As melhores notícias de esportes, direto para você