15 jogadores de linha que foram goleiros em jogos oficiais

Alguns jogadores são obrigados a pegarem a vaga dos goleiros em partidas oficiais

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Lars Baron/Getty Images

Vários jogadores de linha acabam tendo que se sacrificar e viram goleiros por um dia após algum problema com o titular da posição.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Veja 15 jogadores de linha que viraram goleiros:

Kyle Walker
O lateral foi para o gol no empate com a Atalanta pela Liga dos Campeões 2019/20.

Diego Souza
O meia foi para o gol no empate entre Flamengo x Sport, em 2015.

Felipe Melo
O volante foi para o gol em vitória do Galatasaray em 2012 e pegou pênalti.

Daniel Alves
Lateral virou goleiro em jogo do PSG pela Copa da França em 2017.

Alecsandro
O centroavante assumiu o gol no empate por 1 a 1 entre Flamengo x Macaé em 2015.

Rafael Moura
O atacante assumiu a vaga de Dida na goleada de 5 a 0 sofrida pelo Inter para a Chapecoense.

Gabriel
O meia assumiu vaga de Magrão após lesão, sofreu dois gols e Sport perdeu por 4 a 0 para o Athletico Paranaense em 2018.

Maicon
O zagueiro entrou no gol do São Paulo nos minutos finais da partida contra o The Strongest, na Libertadores 2016.

Carlinhos Bala
O baixinho assumiu o gol do Sport na vitória por 2 a 1 sobre o Vitória-PE pelo Pernambucano de 2011.

Edmundo
O atacante virou goleiro na derrota do Vasco por 3 a 1 para o Cruzeiro no Brasileirão de 2008.

Cícero
O volante foi goleiro em jogo do Fluminense em 2007 e pegou pênalti contra o Boavista.

Taddei
O ex-palmeirense Taddei assumiu a meta do time em 2001 após Marcos ser expulso contra o Vasco.

Caio Ribeiro
O ex-atacante atendeu pedido de Romário e foi para o gol no empate do Flamengo com o Gama pelo Brasileirão de 1999.

Gaúcho
O atacante Gaúcho virou goleiro em um Flamengo x Palmeiras e defendeu dois pênaltis.

Pelé
O Rei do Futebol marcou três gols contra o Grêmio na Taça Brasil de 1964 e foi obrigado a ir para o gol após lesão de Gilmar.

Leia mais:
10 maiores goleiros-artilheiros da história do futebol