Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-clube de Paulo Henrique Ganso, Amiens entra na Justiça contra rebaixamento na Ligue 1 2019/2020

Em entrevista coletiva, Bernard Joannin, presidente do Amiens, falou de sugestões para que Ligue 1 tenha soluções sem passar pela Justiça comum

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Como foi anunciado há dias, a Ligue 1 foi encerrada. O Paris Saint-Germain foi campeão, mas muitos ficaram insatisfeitos com a solução. O Amiens foi um deles. Famosa no Brasil por ser o clube que contratou Paulo Henrique Ganso, a equipe entrou na Justiça para reaver o rebaixamento. O clube do norte da França, quando o certame foi paralisado, estava na 19ª colocação – passível de rebaixamento no regulamento. Bernard Joannin, presidente dos Unicórnios, concedeu entrevista coletiva para falar da entrada na Justiça do clube contra a decisão..

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Bernard Joannin, aliás, disparou contra a instituição que organiza o Campeonato Francês. “A decisão do conselho de administração da Ligue 1 é injusta, inconsistente e infundada. Como podemos rebaixar duas equipes na 28ª rodada, quando falta um quarto do campeonato? Não é uma questão de dinheiro. Não estamos pedindo compensação financeira. Estamos lutando pela justiça esportiva e contra essa decisão”, afirmou.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Soluções

O presidente do Amiens também deu possíveis sugestões para acabar com a crise no certame. “Tivemos confrontos diretos com as três equipes colocadas bem à nossa frente. O Amiens está ferido neste caso. Havia alternativas mais justas para essa situação excepcional do que o rebaixamento arbitrário. Esta decisão é desprovida de humanidade, um valor inerente ao mundo do futebol. A Ligue 1 com 22 times, ou qualquer outra coisa do tipo, será uma boa solução. Existem soluções viáveis, esportiva e legalmente. Estou convencido de que a justiça provará que estamos certos”, finalizou Bernard Joannin.

(Tradução: “Bernard Joannin: a Justiça provará que estamos certos”)

LEIA MAIS
Após grave lesão, francês campeão da Copa revela como se sente após voltar a treinar: “Saí da prisão”
Presidente de clube francês dispara contra o Barcelona por conta de transferência: “Atitude arrogante e insultosa”
Franceses da NBA comemoram título da Copa do Mundo, veja tweets