MVP e dono de dois ouros olímpicos, Serginho dá adeus às quadras: “valeu a pena”

Aos 44 anos, o ex-líbero da seleção brasileira Serginho Escadinha pendurou as joelheiras após mais de 20 anos de carreira, e muitos títulos conquistados, como os dois ouros olímpicos, entre títulos por clubes e com a amarelinha

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal

Crédito: Foto: Reprodução/Instagram

Neste domingo (17), vai ao ar uma matéria especial no Esporte Espetacular com o anúncio oficial da aposentadoria de Serginho, com depoimentos de amigos e ex-companheiros, além de momentos marcantes da carreira do craque.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Hoje poder parar, para mim é a melhor coisa do mundo. Poder encerrar a carreira e dizer que tudo valeu a pena. Cada manchete, cada peixinho, cada viagem, cada título ganho, cada título perdido. Meu choro hoje é de felicidade. As pessoas que quiserem lembrar de mim, joguem voleibol. Só isso”, disse em entrevista que ainda vai ao ar no EE.

O Esporte Espetacular começa a partir das 10h, pelo horário de Brasília-DF, e para ter acesso a transmissão, basta possuir um aparelho de televisão, e sintonizar o canal global.

Serginho realizou o sonho de jogar pelo Corinthians antes de se aposentar das quadras

A última equipe do ex-jogador foi o Vôlei Ribeirão, que terminou a Superliga na modesta nona colocação. No entanto, em seu último jogo na competição, o time do interior paulista conquistou uma vitória suada contra o Minas, de virada, por 3 x 2, na casa do adversário, em parciais de: 18/25, 19/25, 25/22, 25/19 e 16/14.

Antes de atuar por Ribeirão Preto, Escadinha realizou o sonho de defender o Corinthians, seu time do coração. Contudo, por falta de apoio, o projeto corintiano, feito em parceria com Guarulhos, acabou encerrando precocemente.

LEIA MAIS

Na véspera do Dia das Mães, Alex Morgan dá a luz à primeira filha