Sesc corta investimento e Bernardinho precisou abrir mão do próprio salário para manter projeto

Bernardinho precisou buscar alternativas após o anúncio da redução no investimento da equipe feminina do Rio de Janeiro, por parte do patrocinador master, para montar o elenco da próxima temporada e perdeu peças importantes

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal

Crédito: Foto: Divulgação/Sesc Rio

Além de ter tido uma redução no investimento pelo patrocinador master do Rio de Janeiro, Bernardinho precisou ir ao mercado para procurar uma substituta para Tandara, que com a crise na equipe carioca, acertou o retorno ao arquirrival Osasco.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Mas apesar da saída da oposta, o treinador pode respirar com a permanência da espinha dorsal do seu time. Fabíola, Juciely e Amanda optaram por permanecer mais um na capital fluminense, porém ainda não contavam com outro balde de água fria do patrocinador.

Em live realizada nesta segunda-feira (19), Bernardinho afirmou que com a crise do coronavírus, algumas atletas tiveram que renegociaram o salário com uma redução de 60%, outras 40%.

“Tivemos de renegociar todos os contratos, porque tivemos uma perda significativa de patrocínio. Jogadoras perderam 60% dos contratos. Eu perdi 100% do meu. Como eu posso propor alguém? Não tem não… Se eu tiver de vender meu carro, vou vender meu carro, é a minha paixão. Não quero que o projeto morra porque tem de me pagar também. Nesse primeiro momento não tem orçamento para me pagar. Não posso deixar de pagar as meninas. Como eu posso negociar com elas, negociar o 40% de corte se eu não dou exemplo?”, explicou.

Dessa forma, Bernardinho afirmou que abriu mão do próprio salário para manter o projeto do time feminino. Por sua vez, a equipe masculina não teve a mesma sorte e precisou encerrar as atividades ao final da última temporada.

Bernardinho abre o jogo sobre corte no investimento do Sesc em live:

LEIA MAIS

Mercado do vôlei: Destaque da seleção, Flávio deixa o Brasil rumo à Polônia