Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Cafu reprova possível retorno do futebol brasileiro: “temos que esperar”

Ex-jogador concedeu entrevista ao programa Terceiro Tempo, da TV Bandeirantes

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 28 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017). Repórter no site Torcedores.com desde 2018.

Crédito: Reprodução/Twitter Copa América

Pentacampeão mundial em 2002 pela seleção, Cafu opinou contra um possível retorno do futebol brasileiro, paralisado desde março em virtude da pandemia do coronavírus. Na edição do programa Terceiro Tempo, da TV Bandeirantes, deste domingo (3), o ex-lateral afirmou que a sociedade deve obedecer aos órgãos competentes. Ele citou a Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Nós temos a OMS, que é a Organização Mundial de Saúde, que realmente é um órgão muito importante. Acho que é o órgão que define de nós termos de sair isolamento social ou não, até porque cientificamente falando nós não temos experiência que eles têm”, iniciou Cafu.

“Eles estudaram pra isso, passaram a vida inteira fazendo pesquisa pra combater vírus, principalmente esse do Covid-19. É uma polêmica que uns vão achar que (o futebol) deve voltar, outros vão achar que não deve voltar”, prosseguiu.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Mas temos que estar atento porque, se vocês prestarem atenção em tudo o que tá acontecendo no mundo, você pega Nova York, Milão, França, Espanha, o que aconteceu na China no começo e o que está acontecendo atualmente no Brasil. É uma situação muito preocupante. O vírus não é uma brincadeira”, argumentou Cafu.

“Estamos com saudade do futebol? Estamos” (9m53) – “Mas nós temos que, realmente, voltar a jogar futebol quando nós tivemos a certeza de que não afetará a saúde de todos os atletas, dirigentes, comentaristas e todo mundo”, declarou.

“Temos que esperar até segundas ordens. Se todos os órgãos competentes decidirem ‘vamos voltar à vida normal’, vamos erguer as mãos pro céus, agradecer e voltar à vida normal. Por enquanto vamos esperar”, finalizou Cafu.

Leia também:

Neto opina a favor da volta do futebol brasileiro, mas cita condição: “Ministério da Saúde falar que pode jogar sem torcida”

As melhores notícias de esportes, direto para você