Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Campeonato Espanhol deve retornar no dia 11 junho

O presidente da La Liga afirmou em um programa que o campeonato deve recomeçar no dia 11 com o jogo entre Sevilha e Bétis

Eduardo Statuti
Estudante de jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei. No Torcedores desde 2019.

Crédito: Divulgação Twitter La Liga

No último domingo, 24, Javier Tebas, presidente da La Liga afirmou no programa Vamos de Movistar + que planeja retomar o Campeonato Espanhol no dia 11 de junho. Anteriormente, no sábado, 23, o presidente da Espanha, Pedro Sanchéz afirmou que a liga poderia voltar no dia 8 de junho. Contudo, Tebas pretende retornar três dias depois, com apenas uma partida entre Sevilha e Bétis.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

O presidente da liga espanhola se mostra tão otimista como prudente e espera as declarações das autoridades de saúde para poder confirmar uma data para o retorno aos gramados. Deste modo, Tebas pretende primeiramente garantir que as fases para a volta dos jogos sejam todas cumpridas. Assim, antes do campeonato recomeçar, todos os profissionais deverão ser testados, assim como sugere o Ministério da Saúde. Passadas todas essas fases, a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) poderá aprovar um novo calendário.

Ainda assim, Javier Tebas, garante que tomarão uma decisão nesta semana. “É garantido que se decidirá até este fim de semana. Temos que ver como que as fazes serão concluídas. Pode ser que no dia 11 de junho tenha uma única partida, exclusiva para toda a Espanha em homenagem a tudo o que se passou. Talvez ela ocorra dia 13 ou 14, mas estamos esperançosos de que será no dia 11”, declarou Tebas.

Quando se comunicar a data da volta aos gramados, serão expostas também as próximas quatro rodadas. “Quando decidirmos a data da primeira partida oficial, comunicaremos também ao menos as quatro primeiras rodadas. Será no começo da próxima semana. Os times voltarão a trabalhar na próxima segunda-feira, mas nesta semana os treinos serão realizados com grupos de 14 jogadores. Temos que continuar com a maior precaução possível, não queremos ser imediatistas” afirmou o presidente.

 

Pouco tempo para treinar antes dos jogos

Aguarda-se também uma conclusão da RFEF e da Associação de Futebolistas Espanhóis (AFE ). Tanto o protocolo inicial publicado pela LaLiga, como o documento publicado pelo Conselho Superior Desportivo afirmam que os jogadores precisam de pelo menos duas semanas de treinos coletivos para voltas aos jogos. Mas para que o Campeonato Espanhol comece no dia 11 de junho, estes treinamentos coletivos com todos os atletas deveriam começar imediatamente, o que aparentemente não é o que a federação deseja.

Mas a La Liga entende que até o próximo dia 29 há tempo para cumprir estes 15 dias de preparação. Entretanto não se descarta um pronunciamento do Ministério da Saúde para dar continuidade e reforço as declarações de Pedro Sanchéz. Contudo, jogadores e treinadores tem uma visão diferente deste protocolo. Eles entendem que essas duas semanas de preparação deveriam acontecer antes de 8 de junho, para que os treinamentos possam focar especificamente nos jogos, sem tanta exigência física.

Na semana passada, a Ordem Ministerial 414/2020, aprovada e publicada no BOE (Boletim Oficial do Estado), disse em seu artigo 40 que já poderiam se realizar trabalhos com grupos de 14 jogadores. Este artigo entrará em vigor nesta segunda-feira, 25, em toda o território espanhol.

 

LEIA MAIS:

Campeonato Francês tem data programada para retornar em 2020

Lautaro recusa oferta “desesperada” de renovação da Inter, diz jornal