Com Neymar, Ganso e Muricy Ramalho, Santos era tricampeão do Campeonato Paulista há oito anos

Geração do Santos dominou o estudal e ainda faturou uma Copa Libertadores, uma Copa do Brasil e uma Recopa Sul-Americana

Paulo Silva
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Divulgação/Santos

O Santos dominou o Campeonato Paulista com Neymar. Em 13 de maio de 2012, o alvinegro praiano se consagrou tricampeão do estadual ao bater o Guaraní no Morumbi por 4 a 2, depois de vencer o jogo de ida por 3 a 0, no mesmo estádio. Os gols foram marcados duas vezes pelo atual camisa 10 da seleção brasileira e mais dois por Alan Kardec.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Depois de eliminar o São Paulo na semifinal, o Santos chegou como o grande favorito na final do Paulistão, no ano de seu centenário. Todas as expectativas foram correspondidas e o Peixe comandado por Muricy Ramalho fez 7 a 2 no agregado.

Fator Neymar

Neymar, em especial, brilhou. Ele foi o artilheiro da competição, com 20 gols, e venceu os prêmios de craque do torneio e melhor atacante. Nos jogos de quartas de final, semifinal e final, ele balançou as redes oito vezes em quatro jogos, sendo decisivo na fase mata-mata da competição.

Neymar Santos

Semifinal 

No Morumbi, contra o São Paulo, Neymar foi o dono do jogo. O atual camisa 10 do PSG marcou três gols, um hat-tricl, e classificou o Santos para a quarta final de Paulistão seguida na ocasião, com direito a dancinhas.

Primeiro jogo da final contra o Guaraní 

No primeiro jogo da decisão, um show de Ganso e Neymar. O meio-campista abriu o placar com um gol de canhota, e depois o camisa 11 marcou dois para colocar o Santos com uma mão na taça.

Retrospecto no Campeonato Paulista 

O Santos era íntimo do Paulistão nesta época. O clube chegou na final em 2009, quando perdeu do Corinthians, e em seguida embalou um tricampeonato consecutivo, nos anos de 2010, 2011 e 2012, contra Santo André, Corinthians e Guaraní, respectivamente. Vencer três vezes de forma consecutiva não acontecia desde 1969, quando o Rei Pelé fez história.

LEIA MAIS:

Você lembra o placar desses jogos do Santos em 2020? Faça o teste!