Ex-diretor fala sobre Felipão: ‘Graças a Deus não veio’

 

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Getty Images

 

Sem clube desde que deixou o Palmeiras, Luiz Felipe Scolari esteve perto no início deste ano em acertar com o Colo-Colo, do Chile. Após algumas conversas, porém, as tratativas não avançaram. O fracasso da negociação parece ter agradado Daniel Morón, ex-dirigente do time chileno.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em entrevista ao programa ‘Gritalo América’, Daniel Morón foi questionado sobre a não ida de Felipão para o Colo-Colo. Na resposta, o diretor não deve dúvidas em agradecer a Deus pela transação não ter concretizado.

“Tenho certeza que, se o Felipão aceitasse o convite, a vida conturbada do Colo-Colo continuaria. Quando um técnico desse gabarito chega ao clube, o lado esportivo entra em ação e as arquibancadas ficam cheias, mas, por outro lado, seria péssimo para o lado institucional. Graças a Deus que ele não veio, pois seria um assunto polêmico dentro do Colo-Colo”, comentou o ex-dirigente.

Recentemente, à Rádio Transamérica, Felipão revelou propostas de diferentes seleções e clubes. Entre eles estava o Boca Juniors. Segundo o ex-comandante do Palmeiras, o acordo com o clube argentino estava muito próximo de acontecer.

“Uma situação que estava praticamente encaminhada era a do Boca Juniors, com o Batistuta. Já havíamos conversado várias vezes sobre como iríamos trabalhar. Mas não venceu a chapa que defendia essa situação”, disse.

“Depois que saí do Palmeiras tive duas oportunidades de trabalhar em seleções. Uma na América do Sul e outra na Coreia. Por questões de valores, por uma razão ou outra, não seguimos em frente”, completou.

LEIA MAIS: