Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Galvão Bueno afirma que Ayrton Senna poderia ser político: “Estaria envolvido até a alma na luta contra o coronavírus”

Em comunicado divulgado pelo Grupo Globo, Galvão Bueno declarou, ainda, que Senna estaria “envolvido até a alma” combatendo a pandemia do coronavírus

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Rede Globo de Televisão/Reprodução

O dia primeiro de maio é muito lembrado não apenas pelo Dia do Trabalho. Para os fãs de automobilismo, a data é lembrada com tristeza. Ayrton Senna morreu durante o GP San Marino 1994 de Fórmula 1, disputado no circuito de Imola. Em 2020, Galvão Bueno, narrador que se tornou amigo pessoal do piloto, relembrou uma das faces do tricampeão mundial da categoria: o pessoal.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em comunicado divulgado pelo Grupo Globo, Galvão Bueno fez uma declaração pouco comum sobre o piloto. De acordo com o narrador, ele teria boas chances de estar envolvido no universo político. “Estaria com 60 anos, talvez sendo um grande empresário, um político importante. Fazendo o que fosse, ele estaria preocupado com o lado social. Senna cometeu atos de caridade e benevolência que ninguém ficou sabendo. Ele aparelhou hospitais infantis e nunca falou”, declarou o comunicador.

Instituto Ayrton Senna

O narrador também relembrou da instituição social que leva o nome do piloto no contexto da pandemia do coronavírus. “Eu estou falando isso agora. Ele foi o embrião do Instituto Ayrton Senna, tão bem conduzido pela irmã Viviane e pela sobrinha Bianca. Se ele hoje estivesse aqui, tenho certeza de que estaria envolvido até a alma nesta luta contra a pandemia do coronavírus e estaria trabalhando para minorar o sofrimento dos menos favorecidos”, finalizou Galvão Bueno no comunicado.

LEIA MAIS
Nomes ligados ao automobilismo e fãs de corridas lamentam morte de Niki Lauda no Twitter
25 anos depois, relembre números e recordes de Ayrton Senna na Fórmula 1
Ricciardo dá ré, bate em outro piloto e abandona GP do Azerbaijão; imagem viraliza no Twitter