Peres diz que Sampaoli estava maior que o Santos e afirma que treinador se ofereceu ao Palmeiras

Jorge Sampaoli, hoje no Atlético-MG, saiu do Santos brigado com o presidente José Carlos Peres

Matheus Henrique Vieira Ramos
Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.

Crédito: Foto: Ivan Storti/Santos FC

A saída de Jorge Sampaoli do Santos ainda não é bem digerida pelo presidente José Carlos Peres. Em entrevista ao programa “Os Canalhas”, do UOL Esporte, o dirigente do Peixe criticou o treinador argentino e o classificou como “mala”.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
www.facebook.com/TorcedoresOficial

José Carlos Peres afirmou que Sampaoli estava em baixa após o fracasso na Copa do Mundo de 2018 pela seleção da Argentina, mas ficou maior que o Santos pelo êxito alcançado como treinador do Alvinegro Praiano.

“Na Argentina ele entrava no ônibus de chapéu para não verem que era ele, os caras estavam querendo pegar ele lá por causa da Copa. Só que ele veio no Santos e ele casou com o time do Santos, e aí ele começou a crescer. Chegou uma hora, ele estava maior que o Santos e quando virou maior que o Santos, ele virou presidente do clube. Eu, como presidente, não sou maior do que o Santos, mas ele ultrapassou o presidente e era maior do que presidente, que o clube”, disse o dirigente santista.

Peres também relembrou a reunião quente que teve com Jorge Sampaoli ao término do Brasileirão de 2019, que o Santos terminou em segundo lugar. O treinador argentino, hoje no Atlético-MG, pediu R$ 100 milhões em reforços para seguir no comando do clube paulista.

“Fizemos uma reunião que foi super tumultuada. Teve muito grito, eu não sou de perder a paciência, mas perdi. Então, a questão toda é que lá ele pediu demissão. ‘Aqui eu não fico se não me dar R$ 100 milhões para gastar com jogadores e quem contrata sou eu’. Eu falei, ‘pô, agora assumiu de vez o cargo’. Primeiro que eu não tenho R$ 100 milhões e segundo que não é assim que se trata”, completou.

Sampaoli se ofereceu ao Palmeiras?

Ao programa “Os Canalhas”, o presidente do Santos também declarou que Jorge Sampaoli se ofereceu ao Palmeiras e que esperava Jorge Jesus sair do Flamengo para assumir o cargo de treinador do Mengo, atual campeão brasileiro e da Copa Libertadores.

“Fizemos uma reunião que foi super tumultuada. Teve muito grito, eu não sou de perder a paciência, mas perdi. Então, a questão toda é que lá ele pediu demissão. ‘Aqui eu não fico se não me dar R$ 100 milhões para gastar com jogadores e quem contrata sou eu’. Eu falei, ‘pô, agora assumiu de vez o cargo’. Primeiro que eu não tenho R$ 100 milhões e segundo que não é assim que se trata”, finalizou.

Para o lugar de Jorge Sampaoli, o Santos contratou Jesualdo Ferreira, de 73 anos, que sofreu muitas críticas em seu início de trabalho no Peixe. Já o treinador argentino assinou com o Atlético-MG até o fim de 2021.

LEIA MAIS:

Você sabe qual foi o primeiro gol como profissional de Rodrygo?

Marinho desabafa no Instagram e diz que não recebe do Santos salário há quatro meses; Peres tenta apaziguar os ânimos

Dorival diz que Robinho agregaria ao time do Santos e vê o atacante mais amadurecido: “Tem muita coisa para apresentar”