Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Piqué acredita que volta de La Liga em 12 de junho é cedo e pede tempo para mais treinamentos

La Liga discute retorno do futebol e zagueiro do Barcelona se preocupa com lesões

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Divulgação/Twitter Gerard Piqué

Gerard Piqué, uma das principais referências do Barcelona, falou em entrevista ao El Partidazo de Vamos e deu sua opinião sobre uma possível volta do Campeoanto Espanhol, que pode acontecer já em 12 de junho.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“12 de junho? Estamos há muito tempo sem poder fazer amistosos e, com um único mês de treinamento, eu diria a eles para pensar que mais alguns dias de treinamento não seriam ruins para evitarmos lesões e estarmos melhor preparados”, declarou Piqué sobre o possível retorno do futebol na Espanha, que já vê o surto de pandemia do novo coronavírus (COVID-19) estabilizado.

Na Alemanha, a Bundesliga irá retornar no próximo dia 16 de maio, em clássico entre Borussia Dortmund x Schalke 04, sem púbico e com protocolos básicos. Em alguns países da Europa, como a Espanha, o regresso do futebol já é discutido. Piqué prosseguiu:

“Entendo o interesse de LaLiga em terminar isso porque há muito dinheiro em jogo, mas jogar sem público não é do que gostamos.  Mas é isso ou a LaLiga não está terminada e, embora sejamos líderes, não seria juto”, opinou o zagueiro do Barcelona.

Sobre o relacionamento com seus companheiros neste isolamento social, Piqué se referiu a um deles em particular, o capitão Lionel Messi: “Estamos em pouco contato com Leo, não o vi treinar, vejo-o no estacionamento e no carro.”

Protocolo e treinamentos

“Fomos bem informados pelos clubes sobre os testes de protocolo e estamos confortáveis. A experiência de treinamento por si só é diferente, mas é preciso se adaptar. Qualquer medida de precaução é bem-vinda. Há muitas pessoas que têm medo ou ao menos respeitam o vírus e é importante que todos conheçam o protocolo e o sigam. Se cada um de nós cumprir o que nos diz, tudo deve correr bem”

LEIA MAIS:

Piqué mostra otimismo em ‘vitória’ contra o Coronavírus: “Vamos resolver isso juntos”