Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Por onde andam os jogadores da França que perdeu a final da Eurocopa para Portugal em casa?

França teve chance de ser campeã em Paris, mas perdeu com gol de jogador desconhecido

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Lars Baron/Getty Images

A França recebeu a Eurocopa de 2016 e chegou à final contra uma seleção de Portugal desacreditada e que passou como terceira colocada em sua chave na fase de grupos.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

O gol do título:

Franca favorita, a seleção francesa penou durante os 90 minutos e perdeu na prorrogação após Portugal marcar com Éder, um desconhecido atacante que atualmente está no futebol russo.

Vale lembrar ainda que a seleção portuguesa não teve Cristiano Ronaldo por boa parte do jogo, já que o camisa 7 saiu lesionado no primeiro tempo.

Golaço de CR7 na primeira fase:

Mas por onde andam os jogadores da França que perderam em casa a chance de levarem a Eurocopa? Veja o destino de cada um abaixo:

Hugo Lloris – Era titular e capitão do Tottenham em 2016 e segue com o mesmo status no clube inglês
Steve Mandanda – O goleiro ainda estava no Olympique de Marselha na Eurocopa, mas logo saiu para o Crystal Palace, da Inglaterra. Ficou uma temporada na Premier League e retornou ao Olympique, onde está atualmente
Benoit Costil – Defendia o Rennes em 2016, mas deixou o clube no ano seguinte e atualmente defende o Bordeaux
Christophe Jallet – Defendia o Lyon em 2016, mas saiu no ano seguinte para defender o Nice. Em 2019 assinou com o Amiens
Patrice Evra – O lateral ainda defendia a Juventus em 2016, mas deixou o clube em 2017 para assinar com o Olympique de Marselha. Evra se aposentou em 2018, no West Ham
Adil Rami – O zagueiro jogava pelo Sevilla em 2016, mas sua vida mudou a partir dali. Passou por Olympique de Marselha, Fenerbahçe e atualmente defende o Sochi-RUS. O atleta, porém, frequentou páginas de celebridades ao ser acusado pela atriz Pamela Anderson, sua ex-namorada, de agressão psicológica e física durante o relacionamento
Eliaquim Mangala – O zagueiro fazia parte do elenco do Manchester City em 2016, mas deixou o clube após a Eurocopa para fechar por empréstimo com o Valencia. Após passar pelo Everton em 2018, voltou ao Valencia, clube que defende atualmente, mas em definitivo
Lucas Digne – O lateral defendia a Roma, por empréstimo do PSG, em 2016. Após a competição, porém, foi comprado pelo Barcelona e ficou no clube até 2018, quando foi contratado pelo Everton, seu atual clube
Bacary Sagna – O lateral defendia o Manchester City em 2016, mas deixou o clube no ano seguinte. Passou pelo Benevento-ITA, em 2018, e encerrou a carreira em 2019, no Montreal Impact, da MLS
Laurent Koscielny – O zagueiro defendia o Arsenal em 2016 e seguiu no clube até 2019, quando assinou com o Bordeaux
Samuel Umtiti – O então jovem defensor era promessa do Lyon em 2016 e durante a Eurocopa fechou com o Barcelona, seu atual clube
N’golo Kanté – O volante havia acabado de conquistar o histórico título de campeão inglês com o Leicester e logo se transferiu para o Chelsea, onde joga atualmente
Yohan Cabaye – O meio-campista era destaque no Crystal Palace e ficou na Premier League até 2018, quando se aventurou no futebol árabe. Em 2019 voltou para a França e atualmente defende o Saint-Étienne
Dimitri Payet – O meia era um dos fenômenos da Premier League em 2016, quando defendia o West Ham. O meia, porém, quis voltar para casa e não assinou com nenhum gigante europeu para voltar ao Olympique de Marselha em 2017. Segue por lá até hoje
Morgan Schneiderlin – O volante defendia o Manchester United em 2016, mas deixou o clube no ano seguinte para fechar com o Everton, onde está atualmente
Blaise Matuidi – O volante era destaque do PSG em 2016, mas deixou o clube no ano seguinte para fechar com a Juventus, seu clube atual
Paul Pogba – O jogador era a maior disputa da janela de transferências, mas foi para a Eurocopa como jogador da Juventus. Deixou o clube durante a competição para assinar com seu atual clube, o Manchester United
Moussa Sissoko – O meia era um dos destaques do Newcastle em 2016 e logo após a Eurocopa foi para o Tottenham, clube que joga atualmente
Antoine Griezmann – O atacante era um dos principais jogadores do Atlético de Madrid em 2016 e havia acabado de perder o título da Liga dos Campeões para o Real Madrid. Em 2019 assinou com o Barcelona, seu atual clube
Olivier Giroud – O centroavante fazia parte do elenco do Arsenal em 2016, mas deixou o clube em 2018 para assinar com o rival Chelsea, clube que defende atualmente
André-Pierre Gignac – O atacante havia assinado com o Tigres-MEX, em 2015, e segue no clube até hoje, onde é um dos ídolos
Anthony Martial – Uma das contratações mais caras da história do Manchester United em 2015, Martial segue no clube inglês
Kingsley Coman – O atacante pertencia à Juventus, mas estava emprestado ao Bayern de Munique. O clube alemão o comprou em definitivo em 2017 e o mantém no plantel

Leia mais:
13 jogadores que disputaram Copas do Mundo por países diferentes