Torcedor do Corinthians, David Luiz revela sentimentos opostos com derrota do Chelsea no Mundial de 2012

Com gol de Paolo Guerrero, Corinthians venceu o Chelsea por 1 a 0 e se sagrou bicampeão Mundial em 2012

Paulo Silva
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Divulgação/Twitter Chelsea

No dia 16 de dezembro de 2012, David Luiz teve que equilibrar as emoções de um coração de torcedor e profissional. Em campo, o zagueiro deu tudo de si para a vitória do Chelsea, clube que defendia na ocasião. Após a vitória do Corinthians por 1 a 0 na grande decisão do Mundial de Clubes, ele conviveu com sentimentos opostos.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Torcedor declarado do Corinthians, David Luiz falou com a TV Globo durante a transmissão da reprise da final do Mundial de 2012 e ressaltou sobre o sentimento que sentiu. Por um lado, a tristeza por perder um título tão importante. Por outro, um fio de felicidade pela vitória do seu time de coração.

Guerrero fez o heróico gol que deu o bicampeonato para o Timão. Cássio também foi protagonista ao salvar o time comandado por Tite em diversas situações. O Chelsea teve chances, mas não aproveitou e o Corinthians foi campeão do mundo com a vantagem mínima.

A atuação de David Luiz foi boa, tanto é que ganhou a Bola de Prata. A de Ouro ficou com o goleiro brasileiro, que fez história com defesas incríveis; veja o que o zagueiro, hoje no Arsenal, falou sobre a grande final:

Sentimentos

“Foi um jogo que ficou marcado na minha vida e na de todos os corintianos também. É verdade, sou corintiano, sempre deixei isso muito claro, neste dia representando o Chelsea dei tudo de mim, tentei dar o melhor para a gente se consagrar campeão, mas o Corinthians estava muito bem armado. Tinha um time maravilhoso e uma torcida tremenda que lotou o Japão e fez a diferença.”

“Informantes” brasileiros

Corinthians tinha um time vencedor, sabia sofrer na hora que tinha que sofrer e sabia matar o jogo na hora que tinha que matar, como fizeram. Nós, do Chelsea, tentamos nosso melhor. Viemos de um grande jogo contra o Monterrey, vínhamos com confiança, falávamos muito do Corinthians, eu, Oscar e Ramires trazíamos informações, e a gente sabia o que ia enfrentar na final.”

Coração de torcedor

“Ficou marcado, fiquei triste porque fizemos um jogo maravilhoso e não ganhei. Também fiquei feliz por tudo que conheço da história do Corinthians, das pessoas envolvidas naquela noite, por toda movimentação dos torcedores, pessoas que venderam casa, venderam carro para ir e participar desta festa, então tive essa pontinha de alegria.”

Desejo de vencer

“Também pelo meu trabalho bem realizado, ganhei uma bola de prata, mas queria ganhar o campeonato pela minha hombridade e profissionalismo. No futebol a gente nem sempre pode ganhar, mas tem que deixar em campo um trabalho sério e bem realizado.”

Cássio

“Tentamos de todas as formas ganhar o jogo, mas Cássio estava num dia especial, fez defesas maravilhosas.”

LEIA MAIS:

Corinthians pode entrar em colapso financeiro em 2020, informa relatório feito por conselheiro