Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Real Madrid, seis times brasileiros e mais: veja em quais clubes Petkovic jogou na carreira

Um dos maiores jogadores estrangeiros a atuar no Brasil, Petkovic passou por vários clubes na carreira

Gabriel Girardon
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Site Flamengo

Nascido em 1972 na antiga Iugoslávia, com nacionalidade sérvia e fixado no Brasil. Dejan Petkovic chegou em terras brasileiras em 1997, teve idas e vindas, mas permaneceu no país. Hoje comentarista de TV, Pet atuou em 15 clubes na carreira, tendo idolatria em alguns deles.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Os dois primeiros times profissionais de Petkovic foram em sua terra natal. O início foi no Radnicki Nis, (1988-1992), depois no Estrela Vermelha (1992-1995). Após isso, chamou a atenção do Real Madrid, que o contratou em 1995. No entanto, sem muitas oportunidades no gigante espanhol, foi emprestado a outros clubes do país. Entre 1996 e 1997, atuou por Sevilla e Racing Santander.

Idas e vindas ao Brasil

Em 1997, Petkovic chegou ao Vitória, onde mostrou suas primeiras credenciais aos brasileiros. Após rápida passagem de volta à Europa, no Venezia, em 1999, o meia voltou ao país para defender o Flamengo, em 2000. Em pouco mais de dois anos no Rubro-negro, foi bicampeão carioca, incluindo o famoso gol de falta contra o Vasco, na conquista do Estadual de 2001.

Em meados de 2002, acertou exatamente com o Cruzmaltino. Lá, Pet foi novamente campeão carioca, em 2003. Depois disso, se aventurou por uma temporada na China, onde conquistou o campeonato local pelo Shanghai Shenhua. Já em 2004, retornou ao Vasco, mas tornou a sair do Brasil no ano seguinte. Desta vez, o destino foi o Al-Ittihad, da Arábia Saudita.

Volta definitiva e redenção

O Fluminense foi o destino de Petkovic após passagem relâmpago por terras árabes – ainda que tenha sido campeão por lá. Nas laranjeiras, porém, não teve seu melhor desempenho, assim como nas experiências seguintes. Na temporada 2007, atuou por Goiás e Santos, e em 2008 no Atlético-MG, no centenário do clube. No entanto, em todas teve pouco destaque.

Pet voltaria a ter sucesso em 2009. Após quase sete anos, retornava ao Flamengo após um acerto com o clube. Usando a camisa 43 em alusão ao minuto do gol marcado contra o Vasco, foi campeão brasileiro no fim daquele ano. O jogador se aposentaria em 2011, aos 38 anos.

LEIA TAMBÉM
O que é a R9 Gestão Patrimonial & Financeira, empresa de Ronaldo Fenômeno que tem Gabriel Jesus como sócio