Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

5 jogadores que são considerados craques hoje em dia e seriam chamados de “enceradeira” nos anos 90

Atletas que tinham a característica de prender bola e girar no campo eram classificados como “enceradeiras” no século passado

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter @cidovieira90.

Crédito: Divulgação - Bundesliga

Nos últimos anos, o futebol tem mudado o seu estilo gradativamente. A “maestria” de meias e um perfil mais cadenciado deu espaço para velocidade e força física. Na década de 90, jogadores que seguravam a bola envolvendo marcadores, ao invés de dar um passe em uma jogada de contragolpe, por exemplo, eram classificados como “enceradeiras”. Zinho, com passagens pelo Palmeiras, Flamengo, Seleção Brasileira que o diga – apelido que ele nunca mostrou apreço.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Diante de um futebol moderno e com novas características, elencamos cinco jogadores tidos como craques que têm um perfil que mais se assemelha ao estilo tão conhecido há décadas atrás.

MODRIC

Responsável por quebrar a hegemonia de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo no prêmio de melhor do mundo, o meia do Real Madrid já atuou em uma função mais defensiva antes de se consagrar no futebol. Com um toque de bola cadenciado, o jogador é tido como um dos melhores atletas da história da Croácia.

IVAN RAKITIC

Companheiro de seleção com Modric, Rakitic tem um estilo parecido com o compatriota. Após se destacar com a camisa do Basel e Sevilla, o meia foi contratado pelo Barcelona em 2014 sob grande expectativa, mas ainda não conseguiu deslanchar.

RABIOT 

O volante despontou para o futebol vestindo a camisa do Paris Saint-Germain, onde chegou a brilhar por algumas temporadas. No entanto, após alguns atritos, ele deixou o time parisiense e acertou a ida para a Juventus. Apesar de ter composto a lista de espera na seleção francesa, acabou não indo para a Copa do Mundo da Rússia.

BERNARDO SILVA

Após se destacar com a camisa do Monaco, Bernardo Silva chamou interesse de grandes equipes do Velho Continente, e foi anunciado pelo Manchester City em maio de 2017, custando cerca de 43 milhões de libras (R$ 179 milhões)

JUAN MATA

Dos listados, o meia espanhol talvez seja o que mais se aproxima com a alcunha de jogador ‘enceradeira”. Protagonista no Valencia por diversas temporadas, o jogador se transferiu posteriormente para a Inglaterra, onde atuou pelo Chelsea, e desde 2014 defende as cores do Manchester United. Mata ainda é presença cativa na Seleção Espanhola, onde faturou a Copa do Mundo de 2010 e a Eurocopa de 2012.

LEIA MAIS:

Quiz: qual destes jogadores do Fluminense mais decepcionou?