Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

6 técnicos brasileiros que eram grandes jogadores e talvez você não saiba

Alguns treinadores tiveram muito talento em campo

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Reprodução

Vários técnicos brasileiros são criticados atualmente por seus trabalhos pouco convincentes, mas o que poucos lembram é o talento que eles tiveram como jogadores.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Veja 6 técnicos brasileiros que eram grandes jogadores e talvez você não saiba:

Cristóvão
O treinador foi um dos meio-campistas mais talentosos do Brasil nos anos 80 e colecionou títulos por Bahia, Athletico Paranaense e Grêmio, onde foi campeão da Copa do Brasil em 1989. Foi convocado para disputar a Copa América pelo Brasil no mesmo ano e fez parte do elenco que conquistou o título no Maracanã.

Junior
O Junior citado não é o famoso craque do Flamengo, mas sim Dorival, talentoso volante ex-Palmeiras no fim da década de 80, início dos anos 90. Fez quase 200 jogos pelo clube e em 1993 foi para o Grêmio, onde foi campeão gaúcho.

Givanildo
O ex-jogador é um dos maiores ídolos da história do Santa Cruz e foi peça importante no título histórico do Corinthians em 1977. Atualmente é um treinador folclórico e veterano, mas foi campeão pernambucano impressionantes dez vezes como atleta: sete pelo Santa Cruz e três pelo Sport.

Nelsinho
Primeiro campeão brasileiro com o Corinthians em 1990, Nelsinho fez carreira como jogador no rival São Paulo. Lateral-direito, foi campeão paulista no clube e dono da posição por vários anos. Fez quase 300 jogos com a camisa do clube.

Marcelo
O ex-meio-campista foi bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro, mas o que poucos lembram é que Marcelo Oliveira foi um dos grandes jogadores do Atlético-MG. Foi tetracampeão mineiro e fez parte do time que rivalizou com o Flamengo na década de 80.

Muricy
O dono dos cabelos mais esvoaçantes do futebol brasileiro na década de 70 era Muricy, então meia do São Paulo e dono de uma dinâmica que impressionava. Só não foi para a Copa do Mundo de 1978 porque se lesionou meses antes e ficou de fora, o que já revelou ser seu maior trauma. Anos depois foi ídolo no futebol mexicano.

Leia mais:
Casagrande lamenta preconceito que sofre por ser dependente químico: “sei o tamanho da dor que eu tenho”