Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Grêmio tem apenas 5 remanescentes do time campeão da Libertadores 2017

Há quase três anos, o Grêmio conquistava pela terceira vez a Copa Libertadores da América. Daquele time, foram embora Barrios, Arthur, Ramiro, Fernandinho e Luan, mas a muralha gremista se manteve firme e forte nesse período

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Nesta quarta-feira (24) a Rádio Gaúcha retransmite o jogo de ida da decisão da final da Libertadores 2017 do Grêmio contra a Lanús. Na ocasião, Renato Portaluppi tinha um time recheado de estrelas, como Arthur, que logo foi vendido para o Barcelona, Luan, Lucas Barrios e Marcelo Grohe.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Do meio para frente, todos os jogadores que iniciaram a decisão pela equipe gaúcha já se despediram da torcida e foram respirar novos ares em outros clubes, seja no Brasil e no mundo. Sobrou apenas Éverton Cebolinha, que na época disputava posição com Fernandinho e era uma espécie de reserva de luxo.

Hoje, o camisa 11 gremista é o jogador mais valioso do elenco gremista, tendo um valor de mercado de 28 milhões de euros, cerca 167 milhões de reais, pela cotação atual da Ibovespa, bolsa de valores brasileira.

Cinco jogadores ainda permanecem no Tricolor Gaúcho, apenas três da equipe titular. Ídolos da torcida, Geromel e Kannemann resistiram as propostas de clubes do exterior e lideram o atual elenco gremista.

Remanescentes, Cortez e Paulo Victor dividem opiniões no Grêmio

Bruno Cortez perdeu posição para Caio Henrique no início de 2020, mas com o retorno repentino do paulista de 22 anos para o Atlético de Madrid, deve recuperar a titularidade no Grêmio quando o futebol voltar depois da pandemia do novo coronavírus.

Além dos quatro citados, Paulo Victor era o substituto imediato de Grohe. No entanto, após a saída do arqueiro no final de 2018 para o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, nunca conseguiu ser unanimidade entre os torcedores por conta de sua irregularidade, e atualmente é sombra de Vanderlei na equipe de Renato Gaúcho.

LEIA MAIS

Rádio Gaúcha reprisa jogo histórico do Grêmio nessa quarta (24)