Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

David Villa é investigado por acusação de assédio sexual nos Estados Unidos

Perfil no Twitter contou a suposta história que teria acontecido enquanto o ex-Barcelona defendia o New York City; jogador solta nota oficial sobre o caso

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Campeão da Copa do Mundo de 2010 com a Espanha, David Villa está sendo investigado após ser acusado de assédio sexual por uma ex-funcionária do New York City, clube no qual defendeu entre 2015 e 2018.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

As denúncias contra o ex-Barcelona surgiram no Twitter, através de um perfil com o nome “Skyler B”, que descreveu os supostos acontecimentos como fatos diários e com os líderes do clube sendo coniventes.

“O assédio que passei no New York City foi tão mau que a ideia de um clube profissional me aterroriza. (…) Pensei que estava tendo a oportunidade da minha vida quando entrei naquele estágio. Mas tudo o que tive foi o David Villa me tocando todos os dias e os meus chefes achando que aquilo era uma grande comédia. Mulheres que têm coragem suficiente para contar histórias como essas são heroínas para mim”, afirmou o perfil nas redes sociais.

O clube logo se pronunciou sobre o caso através de um comunicado oficial e pontuou ser contra qualquer tipo de assédio, além de abrir investigações sobre o suposto crime do ex-jogador espanhol.

“O New York City Football Club teve conhecimento das alegações feitas por uma antiga estagiaria nas redes sociais. Levamos este assunto muito a sério e não toleramos assédio de qualquer forma em qualquer parte da organização. Lançamos imediatamente uma investigação depois das acusações”, escreveu o clube em comunicado.

David Villa emite nota oficial sobre o caso:

Com sucesso na seleção espanhola, David Villa também foi importante no Barcelona de Pep Guardiola e venceu a Champions League de 2010/11. O atacante se aposentou no Vissel Kobe, do Japão, e já falou sobre o caso: “É difícil entender porque nunca foi dito antes, se alguém se sentiu desconfortável todo este tempo.”

“Declaração de David Villa em resposta às acusações feitas nas redes sociais.

Nos últimos dias, tive conhecimento de algumas acusações indeterminadas e ambíguas que um usuário do Twitter que trabalhou como estagiário na cidade de Nova York, um clube que eu deixei em dezembro de 2018. As acusações se espalharam pelas redes e para a mídia. Dada a situação de dano à minha reputação, quero expressar os seguintes pontos:

1. Quero negar veementemente as acusações feitas contra mim via Twitter. Essas acusações são absolutamente falsas.

2. Eu não recebi nenhuma comunicação sobre este assunto antes desta publicação nas redes sociais, nem por essa pessoa nem pelo New York City FC. Entendo, pelo que li no Twitter, que ela era uma colega e que deixou o clube no final de 2019, um ano depois que eu saí. Eu nunca ouvi nenhuma dessas alegações do Clube ou de qualquer outra fonte até que elas foram publicadas no fim de semana passado. Obviamente, cooperarei totalmente com o NYC FC, porque suas alegações também são direcionadas ao clube.

3. Joguei quatro temporadas na cidade de Nova York e sempre me senti amado e respeitado por todos dentro e fora do clube. Portanto, é difícil entender por que essas falsas acusações surgem quando deixei a cidade de Nova York em dezembro de 2018, há mais de um ano e meio. Repito que essas acusações são totalmente falsas”.

4. O bullying é um grande problema para a sociedade. É muito lamentável para aqueles que sofreram assédio que outras pessoas o usem como desculpa para fazer acusações falsas.

5. Enquanto nossa equipe jurídica trabalha para esclarecer essas falsas acusações, peço a qualquer pessoa ou meio de comunicação que respeite meu direito à presunção de inocência.

DAVID VILLA SÁNCHEZ.

LEIA MAIS:

David Villa ou Fernando Torres? Internautas discutem quem foi melhor