Felipe Melo ignora o Corinthians e escolhe jogo mais difícil contra rivais no Paulistão

Palmeiras acabou perdendo pontos nos três clássicos da primeira fase do Paulistão. Zagueiro ressaltou chances criadas pela equipe, mas cobrou melhoria do ataque

Rafael Brayan
Apaixonado pelo estudo do esporte mais praticado no mundo.

Crédito: Cesar Greco/Agência Palmeiras

Líder do Grupo C do Campeonato Paulista, o Palmeiras conseguiu se classificar para as quartas de final do Estadual. Porém, o desempenho contra equipes rivais segue desagradando a torcida. O time de Luxemburgo empatou com São Paulo e Santos, e acabou derrotado contra o Corinthians.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Capitão da equipe, o zagueiro Felipe Melo acabou ignorando a derrota em Itaquera e escolheu o jogo mais difícil em 2020. “Entre os jogos, o que mais tivemos dificuldade, a meu entender, foi o Santos. No jogo no Pacaembu, nós tivemos dificuldades para fazer o gol. Inclusive pênalti mal anulado. Poderíamos ter ganhado o jogo, mas o Santos também criou oportunidade”, destacou durante conversa no SporTV.

“Contra o São Paulo nós tivemos mais oportunidades de gols, o Ramires chutou bola na trave. E contra o Corinthians criamos diversas ocasiões para fazermos gols. São clubes grandes. Nós não vencemos. Então, a gente entende que tem que trabalhar bastante”, disse. “Essas derrotas abriram uma ferida grande, mas que tem que ser fechadas nesse mata-mata porque somos o Palmeiras”, continuou Felipe Melo.

Presente na melhor defesa do Paulistão com seis gols tomados em 12 jogos, Felipe Melo criticou o ataque do Palmeiras pela falta de gols marcados. “Não sou atacante. É complicado. Está faltando gols. A nossa  parte (da defesa) está sendo feita, estamos melhorando bastante”, ressaltou o camisa 30 alviverde.

“Não vou citar nome do jogador que errou aqui porque senão eu vou estar jogando torcida contra o meu atleta. Seria antiético. Nós treinamos ali, foi questão de bloqueio”, comentou Felipe Melo sobre o lance que deu a vitória ao Corinthians no dérbi. “Eu poderia ter tirado a bola, fiquei com medo de bater na minha mão. O Weverton poderia ter tirado também. Nós poderíamos ter feito os gols também”, completou.

LEIA MAIS:

Paulistão 2020: saiba onde assistir aos jogos das quartas do Estadual

Atuando como zagueiro, Felipe Melo revela mentoria com pastor e diz: “Tenho saído, a nível psicológico, esgotado dos jogos”