Jesualdo cita ‘violência’ da Ponte Preta’, e reclama da arbitragem após eliminação do Santos: “Não comandou bem”

Jesualdo admitiu que foi difícil segurar o resultado no segundo tempo com um jogador a menos

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Ivan Storti/Santos FC

Jesualdo Ferreira acredita que o psicológico tenha pesado para o time do Santos no segundo tempo da partida contra a Ponte Preta. Após abrir o placar no primeiro tempo, a equipe sofreu a virada, perdeu por 3 a 1, e acabou eliminada do Campeonato Paulista, em plena Vila Belmiro, nesta quinta-feira (30).

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Em entrevista ao SporTV após o apito final, ainda no gramado, Jesualdo falou também sobre a expulsão de Marinho na etapa inicial, e reclamou que os jogadores da Ponte Preta estavam ‘agressivos’. “Não era nada disso que eu esperava. Primeiro tempo competitivo, nosso adversário muito agressivo, violento. Arbitragem não comandou bem. Marinho sofreu várias faltas e nada aconteceu. E com 10, no segundo tempo, foi difícil”, disse o português.

“É o quarto jogo que o Santos começa ganhando e depois não ganha, por ficar com 10. O psicológico pesou muito no 2º tempo. Merecíamos ir mais longe. Muitos problemas, como todos sabemos, mas vamos ter de resolver internamente. O que a equipe fez na semana passada, primeiro tempo de hoje… Não há motivo para desistir e achar que tudo está terminado”, completou.

LEIA MAIS:
Árbitro relata em súmula ofensas de Marinho após eliminação do Santos no Paulistão
Marinho marca, mas é expulso no 1º tempo e torcedores do Santos se dividem: “faz gol e faz m…”