Com 1 gol em três anos, Paulo Roberto cobra o Corinthians na Justiça; veja valores

Volante foi campeão do Brasileirão em 2017 e esteve no Corinthians até o ano passado. O jogador disputa o Campeonato Paulista pelo Mirassol nesta temporada

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: Divulgação/Ag.Corinthians

O Corinthians recebeu um novo processo nesta quarta-feira (15) envolvendo um ex-jogador do clube. De acordo com os sites Globoesporte.com e Meu Timão, o volante Paulo Roberto entrou na Justiça pedindo R$ 1.257.640,00 e primeira audiência está marcada para 17 de setembro.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Paulo Roberto move a ação cobrando um mês de salário atrasado, um ano de FGTS, o 13º salário de 2019, o terço das férias do ano passado, um valor de luvas não quitadas e multas da CLT e honorários, segundo as matérias. Por outro lado, advogados do atleta diz que cobra apenas direitos relativo à CLT.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O volante foi contratado pelo Corinthians em 2017, vindo por empréstimo inicialmente pelo Audax. Campeão paulista e importante na conquista do Brasileirão, principalmente pelo jogo contra o Grêmio, ele acabou fazendo parte da equipe de Fábio Carille que conquistou o Campeonato Brasileiro.

Com o sucesso de sua temporada inicial no clube, Paulo Roberto teve 50% dos direitos econômicos comprados por R$ 500 mil. O Corinthians acertou um contrato de dois anos com o jogador, mas ele atuou apenas mais 11 vezes com a camisa alvinegra e acabou emprestado ao Fortaleza. Atualmente está no Mirassol.

LEIA MAIS:

Brasileirão em festa! Saiba quais serão os jogos no meio do Natal e Ano Novo

Corinthians oficializa fim de empréstimo com Yony González, que retorna ao Benfica