Megan Rapinoe 35 anos: Todas as vencedoras do The Best FIFA

Em 2016, a FIFA se apropriou do prêmio de melhor jogador do mundo, e passou a eleger os melhores de cada ano no The Best. Em 2019, Megan Rapinoe e Lionel Messi foram os escolhidos da vez

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Getty Images

Um dos destaques dos Estados Unidos no título da Copa do Mundo em 2019, Megan Rapinoe foi eleita com sobras a melhor jogadora do mundo no ‘The Best da FIFA’ do último ano. A atacante fez uma temporada fantástica com a camisa da seleção norte-americana, acumulando ainda, a chuteira e a bola de ouro da competição.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Além de Rapinoe, outras três jogadoras também receberam a premiação. As escolhidas foram Carli Lloyd, Lieke Martens e Marta. A brasileira chegou a ser eleita outras quatro vezes, na antiga denominação da FIFA.

Com Megan Rapinoe, confira todas as vencedoras do The Best da FIFA:

Carli Lloyd

Ídolo do futebol norte-americano, Lloyd foi a primeira jogadora a ganhar o prêmio na nova denominação. Decisiva nos títulos das Olimpíadas de Pequim e Londres, também é tricampeã do mundo pelo país, assim, tendo feito parte de três das quatro conquistas.

Lieke Martens

Principal jogadora da Holanda, foi eleita a melhor jogadora da UEFA, além de ter sido a melhor da Eurocopa, no mesmo ano em que recebeu o prêmio de ‘The Best’, da FIFA, em 2017.

Marta

Estrela do futebol brasileiro e mundial, conquistou cinco prêmios de melhor jogadora do mundo, contando todas as mudanças de nome do prêmio. Apesar de nunca ter conseguido um título de expressão com a camisa do Brasil, sempre se sobressaiu com seu talento natural.

Megan Rapinoe

Ao lado de Alex Morgan, foi um o principal destaque da campanha dos Estados Unidos no tetra da Copa do Mundo de 2019, com seis gols marcados. Na cerimônia de premiação, levou os prêmios de melhor jogadora e a chuteira de ouro da competição.

No final do ano, ainda foi recebeu o prêmio de melhor jogadora do mundo no ‘The Best’, da FIFA. Segundo assim, a segunda americana da história a receber tal honraria.

LEIA MAIS

Sheilla 37 anos: Oposta brilhou salvando 5 matchs points contra a Rússia e liderou o bi olímpico