Brasileirão: direitos internacionais de TV vão render R$ 219 milhões aos clubes

CBF anuncia venda de direitos de televisão internacionais para dois grupos

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores.com

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

Um dos maiores objetivos dos clubes brasileiros nos últimos anos tem sido internacionalizar a marca do Brasileirão. Por isso, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com a anuência dos 40 times das Séries A e B, acertou a venda dos direitos de TV internacionais em um contrato válido até 2023 e que vai render um total de US$ 40 milhões (cerca de R$ 219 milhões). As informações são do “UOL Esporte“.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

As transmissões do Brasileirão para mais de 80 países no mundo todo já começaram desde a primeira rodada desta temporada e os clubes terão um mínimo de US 10 milhões por ano até o final do acordo.

A empresa Global Sports Rights Management (GSRM) ficará responsável pelos direitos internacionais para TV aberta, TV fechada, Pay Per View, internet e OTT/streaming, enquanto o consórcio Zeus Sports Marketing/Stats Perform fica com os direitos internacionais para “streaming for betting” (transmissão via streaming para sites de apostas).

LEIA MAIS:

Palmeiras vai receber bolada da FPF e da Crefisa por título do Paulistão