Brigatti exalta “reviravolta” da Ponte Preta no Paulistão e projeta campanha na Série B: “Manter a mesma pegada e determinação”

Treinador parabeniza os jogadores pela “virada” na reta final do Paulistão e crê em bom início da Macaca no Brasileirão

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ PontePress

Uma “reviravolta”. Dessa forma, o técnico João Brigatti definiu a postura e o desempenho de sua equipe após o retorno do futebol, que ficou paralisado por mais de quatro meses em razão da pandemia do coronavírus. De última colocada na classificação geral e tida como quase rebaixada, a Ponte Preta “brilhou” na reta final e terminou entre os quatro melhores times do Campeonato Paulista.

Conheça a Bet4Plus e experimente fazer uma aposta esportiva grátis, sem necessidade de depósito

Confira como foi a festa do Corinthians no gramado do Allianz Parque após a vitória nos pênaltis sobre o Palmeiras na decisão do Campeonato Paulista de 2018

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Primeiro temos que dar os parabéns para esse grupo, pelo empenho que tiveram neste retorno, que conseguiu de maneira surpreendente para muita gente sair de uma condição de quase rebaixado para chegar na semifinal. Foram guerreiros, honraram a camisa da Ponte Preta. Essa camisa é pesada e o que fizemos faz com que a gente entre com mais força no Brasileiro”, declarou o comandante, que também projetou a campanha da Macaca na Série B do Brasileirão:

“Mas temos que ter pé no chão , sabendo a dificuldade que é a série B.  Temos que ir passo a passo, com muita humildade e trabalho, que foi o que permitiu essa reviravolta no Paulista, para manter a mesma pegada e determinação”.

Após eliminar o Santos nas quartas de final do Paulistão com vitória por 3 x 1 na Vila Belmiro, a Ponte Preta encarou o Palmeiras no Allianz Parque no confronto semifinal, mas acabou sendo derrotada pelo placar de 1 x 0. Para Brigatti, faltou um pouco mais de “concentração” no duelo diante dos palmeirenses.

“Não gostei do início da partida (contra o Palmeiras), sabíamos que teríamos dificuldade com o gramado e com desgaste, até porque quando voltamos de Santos chegamos quase às 6h00 da manhã em Campinas e o Palmeiras teve um dia a mais de recuperação, mas isso não é desculpa (…) Nosso time não entrou tão concentrado como contra o Santos, o que também é até natural por tudo que envolveu, mas foi um processo de recuperação muito grande”.

O técnico João Brigatti durante conversa com os jogadores no vestiário (Foto: ThiagoToledo/ PontePress)

O técnico João Brigatti durante conversa com os jogadores no vestiário (Foto: ThiagoToledo/ PontePress)

A Ponte Preta volta a entrar em campo no próximo sábado (8), às 21h00, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, diante do América-MG, pela estreia na Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador ressalta que será um jogo difícil, mas acredita num bom início na competição nacional.

“Temos vários atletas para incorporar a esse grupo e acredito em um elenco forte, com a certeza de que já no sábado, contra o América, a Ponte esteja renovada e pronta para começar com o pé direito. É um confronto difícil, temos que estar muito bem preparados para conseguir a primeira vitória”, disse Brigatti. E finaliza:

“No Brasileiro é totalmente diferente, a gente joga no sábado contra o América-MG, depois temos viagem contra o Brasil-RS, com jogo na terça, e depois na sexta outra pedreira com o Vitória em Campinas. Vamos ter de rever muitas situações jogo a jogo e queremos sempre um time saudável, então vamos ter situações de mexer bastante de um jogo para o outro, sempre em busca do equilíbrio físico, de manter o poderio respeitando a saúde dos atletas”.

LEIA TAMBÉM

Palmeiras x Ponte Preta: assista ao gol que colocou o Verdão na final do Paulistão

Treinador do Mirassol cita lance de Fagner e vê “arbitragem tendenciosa” contra o Corinthians