Cuca diz que Marinho é um ‘exemplo’ e crava: “Um dos maiores hoje no Brasil”

Santos vence segunda partida seguida e arranca para parte de cima da tabela do Brasileirão 2020

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Marinho mais uma vez foi protagonista em vitória do Santos, desta vez contra o Sport, nesta quinta-feira (20), na Ilha do Retiro. Após o jogo, o treinador Cuca falou sobre o atacante e não poupou elogios.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Não sou só eu que vejo, todos veem isso. Marinho é um dos maiores hoje no Brasil. Ele assume um papel dentro do elenco, de liderança, não sei se ele tinha em outros clubes. Sempre vimos o Marinho com muita brincadeira, zoação em cima dele, hoje vemos responsabilidade e exemplo para os demais. Isso é gostoso. Parabéns para ele”, disse Cuca.

Sobre o jogo, o treinador enxergou equilíbrio, mas chamou a atenção para alguns pontos que precisam ser corrigidos. O Santos teve grande posse de bola, mas encontrou dificuldades de criar chances de gols em alguns momentos da partida.

“Análise dividida em duas formas diferentes. Primeira parte tivemos posse boa, mas agressividade que não condizia com a posse. Tivemos controle, sem eficácia, sem agredir. Perdemos uma chance clara com Kaio Jorge no final, mas Sport teve duas ou três oportunidades claras. Foi equilibrado, mais truncado”, ressaltou.

O próximo jogo do Santos é contra o Palmeiras, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Morumbi, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro 2020.

Mais declarações de Cuca:

João Paulo x Vladimir

“Sempre teve a disputa e ainda tem o John, bom também. É confiança para os meninos. Coloquei menino de 17 anos, não fiz para me exibir. Precisávamos de um pivô e ele fez isso que precisávamos. Melhor é lançar numa vitória, sem jogar peso. Coisas estão fluindo bem.”

Palmeiras

Palmeiras é um time muito bom, elenco muito bom. Vimos jogo contra o Athletico, ganhou nas mexidas. Treinador é sabedor do que faz. Jogo difícil, mas vamos dentro da nossa postura fazer bom jogo e conseguir bom resultado.”

Treinadores de fora

“Eu gosto dos estrangeiros, vêm para melhorar nosso futebol, nossa forma de jogar. São coisas de fora, legal. Tenho meu jeito de jogar, hoje jogamos de duas ou três formas. É gostosa essa competitividade com eles. Tem ruim lá fora também, mas os bons vêm. Não tenho nada contra ninguém.”

LEIA MAIS:

Autor do gol do Santos, Marinho valoriza vitória e diz: “A gente sabe a camisa que veste”