Destaques do Ceará exaltam título da Copa do Nordeste: “Marcou minha vida”

Luiz Otávio, Samuel Xavier e Fabinho foram destaques na campanha que levou o Vozão ao bicampeonato regional

Otávio Silva
Colaborador do Torcedores.com que ama o futebol gaúcho.

Crédito: Felipe Santos/Cearasc.com

Guto Ferreira foi soberano com seu Ceará e soube montar a equipe em 2020. Muitas vezes rodado de desconfianças, o treinador soube dar a volta por cima e conquistar a Copa do Nordeste. Com isso, espantou qualquer desconfiança e agora faz o torcedor sonhar com melhores resultados.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Contudo uma grande equipe não é montada somente apenas por um excelente treinador ou um esquema tático sólido. É necessário ter elenco de qualidade e isso o Vozão demonstrou. Luiz Otávio, Fabinho e Samuel Xavier tiveram atuações de destaque e foram fundamentais para a campanha vitoriosa da equipe.

“Feliz demais em conquistar esse título com essa camisa que já marcou minha vida. Com esse ano tão complicado é um privilégio poder dar alegria para nossa torcida. Tenho a honra de fazer parte desta história e ser bicampeão invicto, junto com esse grupo sensacional”, afirma o lateral Samuel Xavier ao comentar sobre o sentimento de levantar a “Lampions League” pelo Ceará.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Outro que apresenta bons números é Fabinho. O volante vestiu, em 2020, a camisa do Ceará em 12 oportunidades, com nove vitórias e três empates. Contudo o jogador sofreu lesão, mas retornou um tempo depois. Este é o primeiro título do jogador na carreira.

“Tive uma lesão que me tirou de alguns jogos, mas pude voltar e ajudar o time. temos um grupo muito unido e de muita qualidade. Essa conquista não é só nossa, é de toda a torcida, que sempre nos apoiou e nos ajudou a conquistar os nossos objetivos. Temos ainda muitas coisas para conquistar e muito foco”, completou.

Um dos pontos positivos do Ceará ao longo da campanha foi o sistema defensivo, comandado pelo zagueiro Luiz Otávio. O time sofreu apenas 10 gols na competição nordestina. Além disso, o defensor é um dos líderes do elenco. Não à toa, tem a braçadeira de capitão.

“Foi angustiante ficar de fora da semifinal. Queria estar em campo ajudando a equipe, pois esse título era um desejo muito grande de todos. mas  a confiança do grupo é enorme e sabemos que quem entra está à altura de vestir esta camisa. Temos que comemorar esta conquista e já projetarmos os desafios do ano”, comentou.

Leia mais:
Vélez Sarsfield é referência mundial no combate à violência de gênero