Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Helio Castroneves pode voltar para Indy em 2021

Helio Castroneves correrá pela Penske as 500 Milhas de Indianápolis

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL.

Crédito: Divulgação/Penske

A vida tem suas reviravoltas e Helio Castroneves está acostumado a elas. Desde uma possível prisão por fraude fiscal nos EUA,  até ficar de fora da Indy. Isso, a partir de 2018, e correr no IMSA (categoria de Endurance).

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Agora, as coisas podem mudar, novamente: o brasileiro pode voltar ao grid da Fórmula Indy e pela própria Penske para competir em uma temporada completa.

“Obviamente está fora do meu controle, mas acredito que uma vitória ou um resultado impressionante pode gerar uma situação diferença. No momento, estou seguindo a dica que Roger (Penske) e Tim Cindric nos deram, de procurar oportunidades”, comentou Helio Castroneves ao site IndyStar.

O brasileiro de 45 anos foi liberado pela Penske para procurar novas equipes e tentar uma vaga efetiva visando 2021. Helio correrá pela equipe de Roger Penske, as 500 Milhas de Indianápolis. A centenária prova acontece no próximo domingo, 23 de agosto.

“Parte do contrato do Helio era para correr a Indy 500 conosco. Estes três anos estão acabando, é claro, mas dizer que ele pode não correr de novo na Indy seria errado. Ele é um dos melhores pilotos que já tive, ganhou a corrida três vezes e acho que tem uma boa chance neste ano, dada a velocidade que mostrou no treino, o segundo mais rápido”, declarou o Mr. Penske, também ao IndyStar.

“A porta (da equipe Penske) não está fechada. Ele é nosso parceiro em algumas concessionárias e nossa relação vai muito além do que um cara assinando para pilotar um carro de corrida”, completou na mesma entrevista.

Helio Castroneves está ligado a Penske, desde 2000, e com ela ganhou a Indy 500 por três vezes: 2001, 2002 e 2009.

LEIA MAIS

F2: Felipe Drugovich vence corrida 2 do GP da Espanha; Piquet é sétimo