Santos: Justiça nega pedido de Everson e encerra processo de goleiro

Justiça negou rescisão de contato de goleiro santista e mantém jogador no Peixe

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Ivan Storti/SantosFC

Em meio a turbulências, o Santos conseguiu uma vitória na Justiça. De acordo com o Uol Esporte, a Justiça do Trabalho decidiu negar de vez o pedido do goleiro Everson, que queria a rescisão de seu contrato com o clube.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

A decisão foi proferida pelo juiz Wilder Izzy Pancheri, que decidiu acatar a defesa feita pelo Peixe no processo para negar a rescisão de contrato. A razão apontada para manter Everson vinculado ao clube é uma cláusula contida no acordo do jogador com clube.

No processo, os advogados de Everson apontaram uma questão ligada a CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas, órgão ligado à CBF). A entidade é apontada na ação como não sendo apropriada para discutir as questões do processo, o que foi negado na decisão da Justiça do Trabalho.

O goleiro foi um dos jogadores que entrou contra o Santos para rescindir seu contrato alegando que o clube estava lhe devendo FGTS, direitos de imagem e apontando que o Peixe decidiu cortar 70% dos salários dos atletas sem a aprovação destes. Outro foi o atacante Eduardo Sasha, que conseguiu deixar a Vila e se juntar ao Atlético-MG.

Ainda há a chance de Everson tentar novamente rescindir seu contrato com o Santos, tendo de recorrer à própria CNRD para isto.

LEIA MAIS

Ídolo do Santos acusa Sampaoli de ter montado ‘quadrilha’ no clube

(Foto: Ivan Storti/SantosFC)