Médicos dizem que Zanardi tem “sinais de interação”

Médicos apontam melhora no quadro do italiano internado desde julho

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL.

Crédito: Facebook Oficial

Zanardi ainda dá esperanças de recuperação, depois do grave acidente sofrido em julho, enquanto andava com sua bicicleta adaptada na Itália. Médicos do Hospital San Raffaele de Milão falam que o ex-piloto apresenta “Pequenos sinais de interação”.

“O paciente responde com consciência a pequenos sinais de interação com o ambiente.”, diz um trecho do boletim médico divulgado. O boletim é da última sexta-feira, 25 de setembro.

O italiano sofreu um acidente no fim de junho, enquanto participava de uma competição para handbikes, próximo a Siena, ao bater em um caminhão.

De lá para cá, Zanardi já passou por várias cirurgias na face e no crânio. O estado de saúde do atleta ainda inspira muitos cuidados.

“Não é possível assegurar com certeza o real estado de saúde do paciente, diante de um quadro clinico muito complexo”, completa o boletim.

Nas próximas semanas, a equipe médica planeja uma nova cirurgia para dizer se ele terá algum tipo de recuperação motora e cognitiva para dar prosseguimento ao tratamento com sessões de reabilitação.

O acidente

O italiano sofreu um grave acidente, enquanto  participava de uma competição de revezamento de bicicletas de mão, bicicletas ou cadeiras de rodas olímpicas. Os participantes realizavam deslocamento entre duas etapas e passavam pelo km 146 da estrada entre as cidades italianas de Pienza e San Quirico d’Orci quando o incidente aconteceu.

Carreira

Depois de passagem apagada pela F1, por Lotus e Williams,  Zanardi foi bicampeão na Fórmula CART pela Chip Ganassi em 1997 e 1998. Foi nessa mesma categoria que sofreu o grave acidente, em 2001, perdendo as duas pernas.

Após o fato, Zanardi passou a investir no esporte paralímpico conquistando duas medalhas de ouro na bicicleta de mão. As medalhas vieram nos Jogos Olímpicos de Londres (2012) e Rio de Janeiro (2016).

LEIA MAIS

Helio Castroneves corre no misto de Indianápolis pela McLaren na Indy