Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Santos: Peres acusa novo pedido de impeachment como ‘irregular’

Presidente do Peixe é alvo de mais um pedido para seu afastamento do cargo

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Ivan Storti/Santos FC

O presidente do Santos, José Carlos Peres, mais uma vez se vê alvo de pedido de impeachment. Na próxima segunda-feira (28), o Conselho Deliberativo do clube votará um relatório feito pela Comissão de Inquérito e Sindicância que pede por seu afastamento do cargo.

Peres, no entanto, não aceita tal pedido. Em entrevista à ESPN Brasil, o mandatário do Peixe afirmou que o pedido de seu impedimento é ‘irregular’ por causa de uma mudança no estatuto que causa tal medida.

“Foi uma alteração do Estatuto Social, em pleno 2019, que incluiu um texto do Profut. Foram lá e colocaram que só podem tirar o presidente só com o poder do Conselho Deliberativo. Isso não existe, lei não pode ser retroativa”, declarou o presidente santista, que também apontou o motivo da existência de possíveis candidatos a sua sucessão entre os membros do Conselho como fator para a possível irregularidade.

“Temos 10 pré-candidatos, fazendo política lá e minando o ambiente. Eles deveriam se afastar. Por que meu processo passou na frente? Foram três processos de ex-presidentes que não foram colocados e, agora colocam meu processo. Processo absurdo. Demos R$ 23,5 milhões de lucro em 2019”, disse.

As contas do Santos em 2019 acabaram reprovadas mesmo com tal superávit, o que abriu novo pedido de impeachment sobre Peres, também o acusando de irregularidades em pagamento de comissões e no uso do cartão corporativo.

LEIA MAIS

Jesualdo afirma que presidente do Santos foi ‘desleal’ em sua demissão

Santos: Cuca fala em Marinho com chance de ir para a Seleção

( Foto: Ivan Storti/Santos FC)