Paysandu oficializa saída de atacante e negocia permanência de lateral

O diretor de futebol do clube paraense, Felipe Albuquerque, atualizou a situação do time bicolor no Mercado da Bola

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Jorge Luiz/Paysandu

Um dos atletas com mais jogos (27 no total, ao lado de Nícolas) na atual temporada do futebol brasileiro, o atacante Vinicius Leite está de saída do Paysandu. É o que confirmou o diretor de futebol do time paraense, Felipe Albuquerque, em entrevista coletiva realizada nesta segunda (26), no estádio Curuzu. O destino do jogador deve ser o Avaí.

“O Vinicius já tem um pré-contrato assinado com outra equipe. Fizemos todos os esforços necessários, mesmo antes da pandemia, pela permanência do jogador. A lei que rege o futebol brasileiro permite que, seis meses antes do término do contrato, o atleta está livre pra assinar contrato com qualquer outra equipe”, iniciou o dirigente.

“Eu tenho liberdade de dizer isso a todos os torcedores porque disse ao Vinicius, na frente de todos os atletas, de que eu sabia que o Vinicius seria correto em cumprir o contrato dele. O Paysandu faria a parte de remunerar e ele entregaria dentro de campo”, acrescentou Albuquerque.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

“Tanto é que, desde quando assinou o contrato com a outra equipe, fez um gol contra o Santa Cruz e deu a assistência do último gol que nós fizemos, no jogo, na Paraíba. Então, realmente, o Vinicius não permanece. Tudo o que estava ao nosso alcance nós fizemos”, reforçou.

“Ele entendeu que era o momento dele buscar uma nova oportunidade. Recebeu um contrato muito bom e uma oferta financeira que ele entendeu que mudaria a vida dele”, prosseguiu.

Albuquerque também disse que o clube negocia a permanência do lateral-direito Netinho. “Ainda não está definida a situação do Netinho. Isso foi uma informação que foi repassada ao público sem o consentimento do clube, ou sem, realmente, que fosse checada essa informação”, explicou.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Tive uma conversa franca com o atleta, em dizer pra ele que ainda existe sim a possibilidade de permanência dele. Ele ganha agora uma nova oportunidade com a chegada do (João) Brigatti (treinador do time). E até o final do contrato do atleta, no dia 10 (de novembro), nós iremos decidir sobre a permanência dele”, finalizou o dirigente do Paysandu.

Leia também:

Paulo Ricardo: “diferente do jogo passado, a gente conseguiu competir bastante”