Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Robert Whittaker coloca foco em Cannonier e ‘não liga’ para revanche com Adesanya

Neo-zelandês luta neste sábado (24) no UFC 254 diante de Jared Cannonier

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook UFC Brasil

Robert Whittaker volta ao octógono do UFC neste sábado na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU) para enfrentar o americano Jared Cannonier e buscar redenção na divisão dos médios, depois de perder o cinturão para Israel Adesanya.

Mas, no momento, o neo-zelandês radicado na Austrália não pensa em buscar a revanche com o nigeriano. Em entrevista coletiva, o lutador afirmou que ‘deixou para lá’ o desejo de voltar a enfrentar Adesanya, preferindo o foco em seu próximo adversário.

“Acho que ninguém deve nada a ninguém. Meu foco é todo no Jared. Não estou pensando agora sobre isso (revanche). O Adesanya pode fazer o que ele quiser, ele pode lutar contra qualquer um e não me importo com isso. Honestamente, só quero pegar essa luta contra o Jared, fazer o meu melhor, ir para casa e aproveitar o Natal”, disse Whittaker.

A última vez que Robert Whittaker subiu ao octógono foi em maio, também na ‘Ilha da Luta’, para vencer Darren Till. Agora, enfrentando o ascendente Cannonier, o neo-zelandês se vê muito melhor que o rival em ‘todos os sentidos’.

“Tive lutas duras e também que a luta contra o Jared o seja porque ele é um cara muito duro. Não estou negando a força ou o nível dele. Ele pode me vencer e pode ser que eu perca, mas acho que não vou. Ele tem poder de nocaute, é resiliente e nunca desiste. Mas, sinceramente, sei que sou melhor do que ele tem todos os aspectos. Posso levar a luta até onde eu quiser, dominar o jogo, bater nele e nocauteá-lo. Posso fazer isso em 15 minutos, que é melhor do que em 25”, disse.

LEIA MAIS

UFC 254: No limite, Khabib bate peso e defenderá cinturão dos leves